Cachorros grandes em locais pequenos – Pode? | CachorroGato

Cachorros grandes em locais pequenos – Pode?

Se você vive em um lugar que não comporta um pet grande, mas mesmo assim sonha em ter um, conheça 5 cachorros grandes compatíveis com o seu desejo!

Embora os cachorros sejam grandes, nem sempre eles necessitam de ambientes amplos para viverem. Isso porque com o decorrer da domesticação dos animais, o hábito de cada vez mais “encurtar” o espaço foi sendo absorvido pelas pessoas e, consequentemente, pelos peludos, o que fez com que muitos deles se moldassem a essa realidade em que vivemos.

É claro que a essência da personalidade e as necessidades básicas dos cachorros grandes devem ser sanadas, como brinquedos pelo ambiente (apropriados para eles) passeios diários (até de dois a três por dia), assim como atividades recreativas, mesmo que esporádicas, como grandes corridas em parques (com coleira e focinheira adequadas, caso esta última seja necessária), treinamento de agility, frisbee e até a natação em estabelecimentos adequados e com profissionais qualificados, para fazerem com que eles gastem toda a energia que precisam da forma correta.  

Uma grande injustiça é achar que todos os cães de grande porte destruirão os móveis por ficarem em um apartamento ou em uma casa pequena. Há Terriers que tem esta atitude, mesmo pequeninos, por isso, antes de ter o seu novo amigão pesquise bastante o temperamento dele e, principalmente, quais são as reações dele ao ficar sozinho.

Claro que ao resolver ter mais este membro na família todos terão de mudar o ritmo para fazer com que ele não sinta solidão ou que isto aconteça o mínimo de tempo possível. Entretanto, alguns peludos maiores podem ser felizes em qualquer local, desde que bem tratados e com os procedimentos corretos!

 

As melhores raças de cachorros grandes para locais pequenos

Leia Mais: Quando posso sair com o filhote na rua?

 

Golden Retriever

cachorros-grandes 

Eles podem chegar a 60 cm e quase 35 kg, mas são dóceis, companheiros, calmos e um dos cachorros grandes mais adequados para apartamentos ou casas pequenas. Além disto, eles são inteligentes, ficando na 4ª posição entre todas as raças. Fazem amizade facilmente com os outros animais – o que facilita a convivência com os outros pets do lar, seja ele um gato ou um passarinho, assim como com as pessoas desconhecidas. Ou seja, os cães Golden Retriever são ótimos anfitriões. E tanto com os de casa, quanto com os de fora, sempre pedirão por brincadeiras.

Os cuidados primordiais com esta raça são a escovação, já que com os pelos longos eles precisam que não haja nós em suas madeixas. Também requerem passeios cotidianos e longos, pois são bastante enérgicos. E a interação com as pessoas da casa é mais do que necessária, já que eles adoram socializar e compartilhar tudo que acontece ao seu redor.

Leia mais sobre o Golden Retriever

 

Labrador

cachorros-grandes-labrador 

Simpáticos desde filhotes, eles são parecidos com o Golden Retriever, mas com a pelagem curta. O seu porte pode ultrapassar os 60 cm e alcançar 36 kg, entretanto, o olhar amoroso é maior do que o seu tamanho. Fáceis de serem treinados, principalmente se forem adestrados desde pequenos, tornam-se excelentes cachorros grandes para locais com pouco espaço.

Além disto, são muito obedientes e com bastante vontade de agradar aos donos, o que os deixa ainda mais aptos a se moldarem a apartamentos ou casas menores. Mas o grau de energia deles é bem alto, por isso, precisam de bastante entretenimento, como longas caminhadas, corridas e brincadeiras em casa. Caso “seja para o bolso”, a natação é o seu esporte favorito, já que ele adora água. Então, se quiser que ele dissipe todo o seu vigor e ainda fique feliz coloque-o para nadar em uma escola adequada e com um professor especialista para isso. Ele ficará feliz e você também!

Leia mais sobre o Labrador

 

Collie

cachorros-grandes-collie 

Estes cachorros grandes que ficaram conhecidos pela personagem Lassie, de diversos filmes e programas de TV, chegam a quase 70 cm e 35 kg, mas não importa, sua sensibilidade e educação compensam o espaço que tomam na casa. Embora sejam um pouco teimosos, gostam muito de agradar e são inteligentes, aprendendo os comandos de “pode” e “não pode” com rapidez.

Eles adoram andar na rua e em parques, aliás, precisam disso pelo seu porte, porém, adoram tanto a sua família que preferem ficar dentro de casa. Só que além de exercícios físicos, precisam de desafios mentais todos os dias, como jogos de esconder e achar, por exemplo, pois caso contrário, chegam a ficar frustrados se não forem desafiados.

Uma observação importante para esta raça de cachorros grandes é quanto ao latido. Antes de escolhê-lo, avalie a vizinhança, já que a maioria deles tende a latir bastante. E se você é uma pessoa que recebe muitas visitas, acostume-se com eles mordendo o calcanhar delas e o seu como brincadeira: isto faz parte da sua própria natureza.

Leia mais sobre o Collie

 

Rottweiler

cachorros-grandes-criancas 

Diferentemente do que muitos pensam, os Rottweilers podem ser ótimos cães para lugares pequenos, desde que adestrados desde filhotes para esta finalidade. Taxados de bravos, intimidadores e agressivos, chegam a ser muito mais mansos se comparados a um Pinscher ou até mesmo a um Poodle, caso estes não tenham sido educados ou sejam temperamentais.

Devotos da família, se dão bem principalmente com crianças e até bebês, sendo não só protetores da casa e dos donos, mas alertando quando os pequeninos estão em perigo. O único detalhe é que por serem cachorros grandes, quando sozinhos com a criançada devem ser supervisionados, já que não eles tem noção da sua força e nas brincadeiras podem machucá-las.

O caso do Rottweiler em lugares pequenos requer uma atenção especial, pois ele precisa de um canto só dele, seja em algum quarto, na lavanderia ou até na sala. Ou seja, quem quer ter esta raça precisa abdicar de ter um lar totalmente impecável, pois ele exige um território com seus brinquedos, para que ele fique sozinho e ali descanse, desestresse ou se entretenha, mas faça o que quiser e na hora que bem entender.

Quanto aos passeios, ele é muito ativo, precisando de muitos passeios ao longo do dia, com coleira bem presa e a focinheira, para evitar problemas com as pessoas nas ruas por ser um dos cachorros grandes dos quais as pessoas mais tem preconceito. Contudo, esta raça gosta mesmo é de correr sem coleira e em lugares abertos, portanto, sempre peça para um parente ou amigo deixar que você o leve ao sítio ou chácara dele algum dia da semana. Com certeza ele agradecerá muito esta oportunidade especial!

Leia mais sobre o Rottweiler

 

Mastiff

cachorros-grandes-gatos 

Apesar de forte, ele é amoroso e cuidadoso com a sua família. Bem humorado e carinhoso, já foi bastante usado como cão de guarda e de defesa, mas hoje, com o decorrer dos tempos, tornou-se mais calmo e, consequentemente, mais domesticado, sendo amigo até dos outros bichanos da casa.

Embora se dê bem em locais pequenos, mesmo fazendo parte da lista de cachorros grandes, é desconfiado com os estranhos e ainda é um bom protetor, porém, necessita de adestramento para não atacar as pessoas, pois para ele todos que não sejam da casa são considerados estranhos.

Ele pode chegar a 80 cm e 100 kg, ou seja, é um pet realmente enorme! E por isso precisa de muitos passeios, alternando caminhadas, corridas, atividades extras e tudo que fuja do sedentarismo, para que ele não se torne obeso. O bom de tudo isto é o contraponto: mesmo sendo grandalhão, é tranquilo, então não faz estardalhaço pedindo para sair e nem grandes euforias com a chegada dos donos. Já imaginou 100 kg fazendo isto tudo em um apartamento? 

Leia mais sobre o Mastiff

 

Não se esqueça de verificar se no prédio são permitidos cachorros grandes!

Muitos se empolgam na hora de comprar ou adotar o cão, mas se esquecem de verificar se no condomínio são consentidos cachorros grandes. E depois de já se apegar ao bichinho ter de escolher doá-lo ou mudar de casa é algo desagradável, não é?

Além disto, se o apartamento ou a casa forem alugados, o inquilino também deve falar com o proprietário, já que alguns não permitem a presença de pets no seu imóvel ou cobram a mais por isto, o chamado “aluguel de animal de estimação”. Sendo assim, tenha tudo certo antes de trazer este novo membro para a sua vida, pois ele deve vir para agregar e trazer felicidade, jamais dores de cabeça.

 

Quais cachorros grandes não devem ser criados em lugares pequenos?

Infelizmente, mesmo que alguns tenham muita vontade de ter determinado cão, mas more em um local que não suporte a raça, a solução é mudar-se ou comprar um sítio para que isto se concretize.

Por exemplo, quem sonha em ter um Pit Bull, Chow-Chow, Dobermann, Husky Siberiano ou um São Bernardo, jamais conseguirá criá-los em um apartamento. Isto porque eles são animais de trabalho, de guarda, de caça e seria uma tortura para eles viverem em um ambiente totalmente fora dos seus padrões, mesmo que sejam tratados com amor e carinho. A própria natureza deles pede outro habitat e é um dever de quem ama animais respeitar isto!



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/grandes/

Categorias:
Curiosidades sobre Cães, Fases da Vida dos Cães, Saúde do Cachorro
Tags:
adestramento, apartamentos, cachorros, cães, cão, convivência, gigantes, grandes, locais pequenos, pets, raças

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados