Gestação Canina - As Dicas de Cuidados | CachorroGato

Gestação Canina - As Dicas de Cuidados

Os cuidados que se deve tomar com a cadela durante a gestação canina

Existe uma série de cuidados que devem ser tomados antes, durante e após enfrentar uma gestação canina bem planejada. O primeiro deles é, sem dúvidas, a escolha do macho ideal, que deve ser do mesmo porte da fêmea ou menos, para evitar, por exemplo, que a fêmea tenha problemas na hora de dar a luz a filhotes muito grandes. Fêmea e macho também devem estar com as vacinações em dia e devidamente saudáveis.

A gestação canina poderá ser confirmada, através do ultrassom a partir dos 25 dias e através de palpação feita pelo veterinário, somente a partir de trinta e cinco dias após a cruza. A gestação terá uma duração de 58 a 64 dias, devendo ser acompanhada pelo veterinário, para garantir que não aconteça nada errado nem com a cadela, nem com os filhotes. Em uma gestação indesejada nunca utilize de anticoncepcionais na cadela gestante, pois isto pode levar a uma infecção de útero chamada piometra, trazendo risco de vida à sua pet. Leia mais sobre a piometra.

Gestação canina

Cuidados com a cadela gestante

Após os trinta dias de gestação, a cadela prenhe deve receber uma ração especial, mais calórica e com alto teor de proteína e de cálcio, além de também precisar comer em maior quantidade. As rações especiais para filhotes são ideais para suprir as necessidades da futura mamãe e evitar a eclampsia, que é uma alteração semelhante a uma convulsão que a cadela apresenta no caso de falta de cálcio, pré e/ou pós-parto.

Recomenda-se que a cadela faça atividades físicas leves durante a gestação, como pequenas caminhadas, para fortalecer os músculos e o parto ser mais fácil para ela. Depois do nascimento dos filhotes, é importante que ela volte a se exercitar para não correr o risco de obesidade. Se a cadela gestante for do tipo que se estressa muito durante os banhos, eles devem ser diminuídos durante o período, para que não se corra o risco de um parto prematuro dos filhotes.

Leia Mais: Cesariana em cadelas - Quando optar pela cirurgia

O parto

Após o inicio do trabalho de parto, que é quando se iniciam as contrações abdominais e/ou quando a cadela solta um líquido esverdeado pela vagina, a cadela tem até duas horas para dar a luz ao primeiro filhote. Caso ela fique exausta neste tempo ou passe deste período, é indicado ir a um veterinário para um exame de ultrassom, para visualização e mensuração da condição dos filhotes e, se necessário, haver a intervenção veterinária no parte.

Em caso do primeiro filhote sair sem problemas, a cadela tem também duas horas de intervalo entre os nascimentos. Caso este período aumente, também é necessário que se encaminhe ao veterinário para os devidos procedimentos.

O ninho do nascimento e o pós-parto

Perto do nascimento dos filhotes, o dono da cadela deve preparar o ambiente onde ela dará a luz. É importante que seja um espaço onde a cachorra esteja acostumada a ficar e que ela tenha privacidade, sem atrapalhar os moradores da casa nem ser atrapalhada por eles. O ninho pode ser feito com papelão, jornal, ou qualquer outro material fácil de limpar e que seja confortável para a cadela.

Após o parto, é comum que a cadela, ao perceber um filhote muito fraco, o deixe de lado para cuidar dos outros que tem mais chance de sobreviver. Também é comum que ela coma o filhote morto, para limpar o ninho. Não se assuste, esse comportamento é instintivo da cadela.

É comum que a cachorra não deixe ninguém se aproximar das suas crias recém-nascidas, por isso é preciso ter cuidado e respeitar o espaço dela, evitando estresses e maiores problemas. Com o tempo, ela percebe que o dono só quer ajudá-la e permite a aproximação.

Caso a cadela não esteja amamentando, é necessário um auxílio colocando os filhotes nas mamas, e caso a cadela não tenha leite, é necessário que imediatamente vá a uma loja de produtos para animal para comprar leite artificial e este ser oferecido aquecido aos filhotes. Lembre-se que em poucas horas o filhote pode apresentar hipoglicemia, desidratação e morrer, não fique esperando e, em caso de dúvida, encaminhe o animal a um médico veterinário.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/gestacao-canina/

Categorias:
Saúde do Cachorro, Saúde do Gatos
Tags:
cachorro, cachorros, cadela, cadelas, cães, canina, cão, cuidados, dicas, filhotes, gestação, parto, pet, pós-parto, saúde

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados