Diarreia em cães e gatos - Sintomas, perigos e tratamento | CachorroGato

Diarreia em cães e gatos - Sintomas, perigos e tratamento

Conheça as principais causas da diarreia em cães e gatos e saiba como ajudar um pet com o problema

Sinal comum de alterações gástricas e intestinais, a diarréia em cães e gatos(que consiste na evacuação de conteúdo fecal com excessiva quantidade de água)pode se apresentar de uma forma mais súbita (aguda) ou crônica - persistindo por semana, meses ou anos. 

Podendo trazer grandes riscos à vida dos animais quando não diagnosticada a tempo, a diarréia em cães e gatos deve ser prontamento verificada – sendo necessário que as seguintes providências sejam tomadas pelos tutores do pet: 

  • Evitar oferecer grandes quantidades de alimento para o cão ou gato envolvido ao notar presença de objetos, sangue ou vermes nas fezes amolecidas 
  • Procurar, imediatamente, um médico veterinário para pesquisa diagnóstica do que pode estar causando o sintoma – e para receber as recomendações de tratamento necessárias 

Os quadros considerados de maior gravidade na sala de emergência são aqueles que se iniciam de forma agudae envolvem grande perda de líquido nas fezes, podendo ou não apresentar presença de sangue. Geralmente, a diarreia em pets é relacionado a causas que inclueminfeções virais (parvovírus), parasitarias (ancilostomídeos, giardia), traumáticas (atropelamento), neoplásicas (linfoma), iatrogênias (lesão de mucosa provocada por termômetro ou tubo de enema), intussuscepções, intoxicações, presença de corpo estranho ou, ainda, provocada pela dieta do animal - como resultado de uma troca súbita de nutrientes, injestão de comida em excesso (ou estragada)ou intolerância/sensilidade a determinado alimento. 

Para a diferenciação da abrangente possibilidade diagnóstica, é fundamental que seja apresentado um histórico sobre as características e frequênciada diarréia, sua cronologia, medicações utilizadas, hábitos do animal e o ambiente envolvido; pois, até a postura do animal pode trazer informações importantes - como a coluna arquiada, que pode sinalizar dor abdominal. 

Na maioria dos casos, a hospitalização do animal é recomendada para que seja feito o tratamento de suporte com fluidos(que fazem a reposição dos eletrólitos perdidos com a diarréia), a administração das medicações necessárias e a realização de exames como: 

Leia Mais: Picada de animais peçonhentos em cães e gatos

  • Hemograma
  • Função renal e hepática
  • Ultrassonagrafia
  • Radiografia
  • Exame parasitológico
  • Sorologia
  • Testes endócrinos
  • Colonoscopia
  • Cultura Fecal
  • Biopsias
  • Laparotomia exploratória 

Por ser um sintoma e não indicar uma doença específica, a diarréia em cachorros e gatos representa sempre um grande desafio no quesitodiagnósticoe; por isso, quanto mais informações sobre o quadro forem passadas ao médico veterinário, maior será a possibilidade de que o profissional requisite exames que realmente possam, de fato, ajuder a solucionar o quadro -aumentando a possibilidade de sobrevida do animal e facilitando a indicação de um tratamento eficaz e de boa recuperação. 

Administrar medicações que evitem a diarréia em casa não é indicado, já que, esse tipo de medicamento pode trazer prejuízos a motilidade intestinal do animal e piorar o seu quadro, tornando-se um episódio que pode ser fatal. Por se tratar de um sintoma que pode ter uma melhora lenta, é o tipo de problema que torna ainda mais fundamental a estadia do pet em internação, visto que esse animal deve monitorado, hidratado e medicado 24 horas por dia.

 



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/diarreia-caes-gatos/

Categorias:
Saúde do Cachorro, Saúde do Gatos
Tags:
diarreia de cachorro, diarreia de gato, diarreia em animais de estimação, diarreia em cães e gatos, diarreia em pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV-SP 25380) formada pela Fundação Municipal de Ensino Superior de Bragança Paulista (FESB). Especialização em Emergências e Terapia Intensiva pela Universidade Federal do Semi-Árido (UFERSA). Prêmio internacional em concurso de Bem-Estar Animal pela World Society for the Protection of Animals (WSPA). Responsável e membro da equipe de médicos veterinários intensivistas do Intensive Home Care, atuando nas áreas de emergência e terapia intensiva, na região de São Paulo.

Artigos Relacionados