Cremação de cães e gatos - Saiba tudo sobre este processo | CachorroGato

Cremação de cães e gatos - Saiba tudo sobre este processo

Conheça mais sobre a cremação de cães e gatos, e entenda por que esta opção é cada vez mais popular entre os donos de pets que falecem

Quem tem um bichinho de estimação sabe que o carinho e o amor dado por eles faz com que se tornem mais do que simples pets, mas sim, parte da família. Passando a ser considerado como filho ou irmão pelas pessoas que convivem com ele, o animal causa muita dor quando falece, fazendo com que sua família procure maneiras especiais para se despedir – e a cremação de cães e gatos tem sido, nos dias de hoje, uma das opções mais adotadas entre os proprietários que perderam seus queridos companheiros.

Embora seja uma entre as muitas opções para que os pets tenham uma despedida digna, a cremação de cães e gatos nem sempre é, apenas, uma questão de escolha para os donos dos finados animais de estimação; já que, em muitos casos de doenças contagiosas, essa é a melhor opção para que o animal seja homenageado ao mesmo tempo em que se garante o fim da propagação do problema que o afetou para outros bichos ou pessoas.

Cremação de cães e gatos

Tendo em vista que, atualmente, boa parte dos donos de pets não medem esforços para homenagear seus bichinhos no momento dessa triste despedida; cada vez mais estabelecimentos dedicados à organização de funerais, sepultamentos e cremações de bichinhos de estimação surgem no País – oferecendo ainda mais opções e comodidades para os proprietários de animais durante esta hora tão delicada e emocional.

Conheça, a seguir, os motivos pelos quais a cremação de cães e gatos anda cada vez mais popular entre os donos de bichinhos de estimação, e saiba em que casos esse tipo de processo é o mais indicado para animais que faleceram:

Quando cremar seu amigo de quatro patas?

Leia Mais: Cemitério para Animais

Em casos de doenças e zoonoses com altos índices de contaminação – como a esporotricose, toxoplasmose, raiva e leptospirose, entre outros – cremar o animal morto é, sem dúvidas, a melhor opção a escolher. Como esse tipo de problema pode se disseminar mesmo após o falecimento do animal (contaminando a terra e o solo em torno de onde o pet é enterrado), a cremação de cães e gatos com doenças do tipo pode ser a solução para acabar com o foco de transmissão.

No entanto, este não é o único motivo pelo qual muitos donos andam optando pela cremação no lugar do sepultamento, e a causa disso tem raízes bem mais simples do que se imagina: fugir da dor. Em boa parte dos casos, o sofrimento dos donos do pet falecido já é tanto, que eles preferem não se expor a mais uma situação de sofrimento; como ver seu cão ou gatinho ser enterrado.

Com isso, muitos acabam tendo na cremação – precedida de um pequeno velório – a saída mais adequada; possibilitando que o bicho de estimação tenha uma despedida digna e sem causar ainda mais sofrimento aos seus entes queridos.

Outro motivo válido neste aspecto é o fato de que os cemitérios tradicionais (voltados para os enterros de seres humanos) não permitem o sepultamento de animais – exigindo que os proprietários de animais procurem outros locais para homenagear seus pets – mesmo quando estes já possuem lápides no cemitério em questão. Segundo informações divulgadas na imprensa brasileira, um projeto de lei que permitiria o enterro de bichos em cemitérios humanos foi vetado no fim do ano passado – sendo que, de acordo com os dados, este veto ocorreu, principalmente, em função de pedidos da Igreja.

Entretanto, deixando de lado as questões religiosas, já era de se imaginar que um projeto do tipo não fosse sair dos papéis – tendo em vista que, o número de falecidos humanos já é alto, e o dos animais também e, portanto, dificilmente haveria espaço extra suficiente para que tanto pessoas como animais pudessem ser sepultados no mesmo local.

Funeral de animais

Como funciona a cremação de cães e gatos?

Conforme citado anteriormente, boa parte dos donos de pets finados que opta pela cremação dos animais no lugar de sepultamentos está fugindo de cerimônias que podem lhe trazer ainda mais sofrimento além do já causado pela perda de seus queridos bichinhos de estimação. No entanto, isso não quer dizer que uma bela cerimônia em homenagem ao pet seja algo excluído dos processos de cremação, e cada estabelecimento voltado para esse tipo de serviço conta com diferentes pacotes cerimoniais para a despedida dos animais.

Vale a pena lembrar que, caso a contratação de uma empresa especializada não seja do interesse do dono do animal, também é possível providenciar a cremação do seu cão ou gato por meio do contato com a prefeitura da sua cidade ou uma clínica veterinária – que se encarregam de recolher o cadáver dos animais e encaminhá-lo para o processo de incineração.

No entanto, caso o desejo do proprietário seja o de fazer uma despedida mais elaborada e levar para casa as cinzas do seu finado bichinho de estimação, procurar um estabelecimento especializado é a melhor opção. Embora nem todos os estados contem com diferentes opções desse tipo de serviço, já é possível encontrar empresas do segmento com certa facilidade em grandes capitais, como em São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro.

Contando com locais separados para a cremação, estes crematórios realizam esse serviço para todo tipo de animais, incluindo desde cães e gatos até porcos, leões e tartarugas. Para que as famílias dos pets possam separar um espaço especial para a memória dos animais em seus lares, as empresas garantem a devolução das cinzas do bicho de estimação para os donos – oferecendo, ainda, diferentes tipos de urnas.

Os materiais, estilos e tipos de urna para guardar as cinzas dos animais merecem um capítulo a parte e, além de serem encontrados nos modelos mais tradicionais, também podem ser personalizados (dependendo da lista de serviços do estabelecimento) e, até mesmo, ecológicos; já que há urnas especiais que podem ser postas no meio ambiente e, junto com as cinzas do pet, ajudar a plantar diferentes tipos de flores – fazendo uma homenagem eterna aos amiguinhos de quatro patas.

Na maioria dos estabelecimentos voltados para os serviços funerários para pets, os pacotes mais básicos – que variam entre R$ 600 e R$ 3 mil - incluem a remoção do animal da sua casa ou clínica veterinária, cremação, devolução das cinzas do animal para o dono (em urna básica) e uma cerimônia de despedida. Na maioria dos casos, o preço praticado pelas empresas vai de acordo com o peso e o porte do animal que será cremado e, portanto, os pacotes de cães e gatos gigantes costumam ser os mais caros.

Cremação de animais

Dependendo da disponibilidade de espaço, muitas empresas do segmento já contam, também, com cemitérios verticais – onde o dono de pet pode manter o animal para homenagens póstumas ou mesmo empalhamentos, caso seja um desejo do proprietário. Em algumas empresas, também é possível escolher pela cremação do seu pet de maneira coletiva – sendo que, nestes casos, o destino das cinzas dos animais é a reciclagem.

Além dos serviços funerários mais básicos, muitas empresas deste segmento já oferecem oportunidades para que os donos dos pets possam ter uma parte dele imortalizada em uma joia – que pode ser transformada em um anel tradicional, por exemplo, ou ser afixada na própria urna com as cinzas do animal, servindo como um enfeite adicional.

Na maioria dos casos, o cliente escolhe um tipo de pedra - como o diamante – e o estabelecimento se encarrega de tirar uma mecha de pelos do animal antes da sua cremação, que será integrada na pedra que irá enfeitar o anel ou a urna escolhida pelo proprietário; mantendo, para sempre, uma pequena parte do bichinho de estimação junto aos seus proprietários.

Com cada vez mais adeptos e mais empresas se dedicando por completo aos serviços de sepultamento, cremação e velórios de animais, em pouco tempo este tipo de serviço já deve ser encontrado em todo o País.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/cremacao-caes-gatos/

Categorias:
Fases da Vida dos Cães, Fases da Vida dos Gatos
Tags:
cachorros, cremação de animais, cremação de cães e gatos, gatos, morte de pet

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados