As cores de cães: conheça a diversidade e texturas na pelagem | CachorroGato

As cores de cães: conheça a diversidade e texturas na pelagem

A pelagem é uma das características que mais chamam atenção num cachorro. Para ajudá-lo, vamos apresentar alguns fatores que definem as cores de cães que existem

Todas as raças de cachorros apresentam padrões preestabelecidos de cores e pelos. Apesar de outras características, como feições e porte, influenciarem na escolha de um cãozinho, a primeira impressão de um interessado ao querer um cachorro é sua cor. E as cores dos cachorros existem nas mais variadas formas, atreladas ao tamanho e tipo de pelo.

A pelagem dos cachorros divide-se em quatro fatores: textura, padrão, tamanho do pelo e cor. As cores de cães são limitadas, tal como nos tons de pele, de olhos e de cabelos humanos, mas sua combinação com os outros fatores dão uma personalidade única para o cachorro. Mesmo para um olho leigo, não é difícil identificar estes fatores, como veremos a seguir.

Cores de Cães

Cores e padrões

Toda raça de cachorro apresenta seus padrões e cores. A cor do cachorro varia comumente entre amarelo, chocolate, branco, preto, cinzento, dourado, creme, azul (confundido muitas vezes com o cinza dos Greyhounds), e vermelho, presente no Daschshund.

Já os padrões completam as cores, pois criam várias dinâmicas delas. Estes padrões também são definidos pelas raças, e quando temos combinações de espécies, qualquer novidade é possível. Eles se dividem em bicolores, preto, fulvo e branco (presentes em bassets hounds), tigrado, merle, arlequim, lobeiro, sal e pimenta (uma combinação curiosa de branco e preto encontrada nos Schnauzers), ruão, pintaigado (dos dálmatas), e Beltons.

Leia Mais: Veja as 10 raças ideais de cães para apartamentos pequenos

Tamanhos e texturas

O tamanho e as texturas dos pelos do cachorro têm menor variação do que as cores, porém influenciam no destaque dos mesmos. O tamanho do pelo de um cão é simples: ou é curto, ou é comprido. Porém, em espécies de habitat de baixas temperaturas pode existir uma camada de subpelo por baixo da pelagem normal, garantindo uma proteção extra para os rigores do tempo.

Já as texturas existem em apenas três tipos, influenciando diretamente nas cores de cães. As texturas dividem-se em finas e macias, que caem ao longo do corpo; as encaracoladas, ou onduladas, que dão um aspecto “fofo” ao cão; e as cerdosas, mais comuns em espécies de clima frio, por serem mais volumosos. Agora fica fácil definir quais são cores, padrões, tamanhos e texturas nos pelos do cachorro, correto?

 



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/cores-caes/

Categorias:
Curiosidades sobre Cães
Tags:
coloração, cores, cores de cachorros, pigmentação, raças

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados