Comportamento animal - Entendendo os nossos pets | CachorroGato

Comportamento animal - Entendendo os nossos pets

Você sabe diferenciar o comportamento animal?

Comportamento é o modo de atuar. No caso do ser humano, nosso comportamento é movido pela nossa consciência natural e adquirida. Mas você sabia que existe também o comportamento animal e que, por sinal, é bem definido do nosso?

Um grupo de 13 neurocientistas reuniu-se ano passado em Cambridge, na Inglaterra, e assinou uma declaração afirmando que alguns animais também possuem consciência, entre eles estão os nossos amados cães e gatos, cujo comportamento animal mais nos agradam e combinam com o nosso próprio comportamento.

Algumas atitudes do seu animal podem ser conscientemente tomadas para chamar sua atenção ou para que ele consiga se expressar, por exemplo, e não é parte do instinto natural do bicho, mas parte do comportamento pessoal desenvolvido. Em cães, por exemplo, existem as comuns manias de cachorro.

Seu gato ou cão não precisa ser ensinado a cuidar de seus filhotes, o gato não precisa ser ensinado a caçar um rato quando vê, assim como o cão não precisa ser ensinado a gostar de osso, pois essas características fazem parte de seus instintos animais.

O comportamento animal vai um pouco além disso, é quando seu cão sente que fez algo errado ao ver você bravo por ele ter quebrado algo e decide correr ou fazer carinha de coitado pra ser perdoado, porque o comportamento dele é o medroso que receia ser castigado pela arte que fez ou o mais malandro, que vai tentar te amolecer o coração para não levar bronca. Consulte estas dicas rápidas de adestramento.

Comportamento animal

Leia Mais: Por que alguns gatos dormem muito?

Etologia

O interesse pelo comportamento animal não é recente. Charles Darwin começou a chamada etologia, ciência que estuda o comportamento dos animais, ao lançar um livro em 1872, A Expressão de Emoções no Homem e nos Animais. No livro ele afirmava, por exemplo, que os insetos eram capazes de sentir ciúmes, uma emoção que se pensa ser humana.

Até 1970 os etólogos estudavam os animais pelo seu comportamento por comparação com outras espécies. Somente a partir de então, com o pensamento de John Crook, etólogo inglês, é que o estudo do comportamento animal passou a ser estudado em seu próprio contexto social.

Hoje em dia, além do adestramento, que já é bem comum, tem se usado muito a alternativa que é o profissional em comportamento animal, um treinador que ensina o modo como você deve agir com seu animal de maneira que você condicione ele a fazer o que deve ser feito, ajudando desde animais com comportamento agressivo, de dominância, até mesmo ensinar uma educação alimentar que pode ajudar no controle de obesidade e finalmente ajudando na saúde do animal.

O profissional em comportamento animal passa mais tempo ensinando o proprietário a lidar com o animal em si do que ensinando comandos ao animal, algumas vezes são necessárias intervenções, porém é o manejo dia-a-dia que vai permitir um melhor resultado.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/comportamento-animal/

Categorias:
Comportamento dos Cães, Comportamento dos Gatos
Tags:
animais, animal, buscar, ciência, comportamento, entender, estudar, etologia, instinto, ler, pet, pets, saber

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados