Como Adestrar um Labrador - Vantagens e dicas | CachorroGato

Como Adestrar um Labrador - Vantagens e dicas

Caramelo, chocolate ou pretinhos, eles são fofos por natureza, entretanto, não se esqueça, também precisam ser adestrados e aqui você aprender como adestrar um labrador.

Há pessoas que não levam a sério o adestramento de um cão, mas assim como é muito importante pensar nas vacinas, na alimentação saudável, nos brinquedos para deixá-los sempre ativos, também é muito importante para convívio familiar e social a preocupação com a educação dele. E ao ato de tornar os cães mais bem educados, mais disciplinados e obedientes dá-se o nome de adestramento. Neste artigo vamos te ajudar em como adestrar um labrador.

Se você tem um labrador, filhote ou não, nós queremos te incentivar a pensar o quanto é importante adestrá-lo. É claro que se o seu cãozinho for filhote tanto mais fácil de trabalhar a educação dele. Pensar noem como adestrar um labrador tem a mesma perspectiva de qualquer outro cãozinho, mas tem uma característica deles que você tem que ter em mente; labradores são brincalhões por natureza, então, quanto antes este trabalho for feito, melhor.

 

Quero saber mais sobre labradores

 

como-adestrar-labrador

Leia Mais: Quando posso sair com o filhote na rua?

 

Se você quer saber mais sobre as características de comportamento e personalidade deles para poder pensar em uma forma inteligente de adestrá-lo, dê só uma olhada:

 

  • Labradores são de fato muito brincalhões e ativos;
  • São também fiéis e fáceis de obedecer aos comandos do líder da matilha (você);
  • Adoram a pratica de exercícios.  Experimente levá-los para nadar;
  • São excelentes cães-guias e auxiliares nas práticas da caça;
  • São multifuncionais, portanto, são usados como grandes farejadores e em ações de resgates;
  • Possuem muita energia, logo, necessitam de muita atividade física.

 

Alguns comandos básicos podem ser realizados pelo próprio dono, como por exemplo:

 

  • Senta

Aqui será abordado com o seu labrador a relação entre controle e obediência. Como líder da matilha, você dá o comando, e o cão obedece;

  • Deita

É o momento em que você vai ensiná-lo como vai lidar com o princípio da hierarquia na matilha. Você vai aprender como controlar a ação do canino;

  • Aqui

Ensine ao seu animal de estimação como ele vai se aproximar de você e sentar;

  • Junto

É o justo momento em que você vai mostrar ao seu labrador que você quer que ele ande do seu lado esquerdo. Ah, esta é uma ação muito importante para quando você quiser levá-lo (a) para passear;

  • Fica

Aqui, como o próprio nome do comando já diz, você vai mostrar ao seu cão como ele vai permanecer na posição e no local em que foi deixado, como, por exemplo, deitado.

 

labrador-gosta-nadar

 

Entretanto, comandos especiais são apenas realizados por quem conhece profundamente as técnicas de adestramento. É verdade que adestramento não é uma opção barata, mas se você pensar no custo x benefício vai entender que vale a pena e que acima de tudo adestrar o seu filhote vai passar a ser para você uma opção inteligente e muito menos custosa e constrangedora. Por quê? Você perceber que educando o seu cão isso vai te poupar o desgaste de ser liderado por ele.

Agora, embora a nossa intenção aqui seja a de falar de adestramento de labradores, existem ações também para labradores adultos, especialmente, para aqueles em que te colocam em uma “saia justa”, que são os que pulam nas pessoas, mexem no jardim, fogem com o portão aberto e que não fazem as necessidades em locais corretos. Para todas essas ações e também para trabalhar a questão física e mental deles existe adestramento para cães adultos.

Não existe a idade certa, existe é a idade ideal. O ideal é que o adestramento comece quando ainda são filhotes, entretanto, vale lembrar que alguns cães não tiveram essa oportunidade quando pequenos e não podemos fechar os olhos para esta circunstância. Se este é o seu caso, procure um especialista para trabalhar com os adultos.

Nos labradores, a melhor idade para adestrar é mais ou menos aos dois meses de idade, período em que eles ainda não têm ideia do que é certo ou errado e estão testando você, exatamente como uma criança. Assim, repreender na hora certa e elogiar são atitudes fundamentais para começar a dizer ao seu cão o que é certo ou errado e também, automaticamente, adestrá-los.

 

Como funciona o adestramento de filhotes?

 

O adestramento de um labrador começa com atitudes simples e básicas. Se você acabou de integrar o cão à família você já sabe que ele precisa ter um espaço que seja só dele para poder dormir e fazer as refeições, certo? Então, este espaço precisa se tratado com atenção e muito carinho, pois é onde ele vai se voltar toda hora que quiser acolhida e para se alimentar. Agora, lembre-se que adestrar um labrador é melhor que seja feito quando filhotes para que ele não estrague os objetos da casa. Ele é um brincalhão por natureza e é ótimo para crianças!

Além disso, os labradores filhotes sentem muito sono e volta e meia vão querer tirar uma “soneca” e esta é a hora em que você deve colocá-lo na cama para que ele entenda que há um local para fazer isso. Pronto, você já começou a fazer oadestramento. Por isso, vamos pensar de forma lógica! Se ele vai para este local procurar abrigo, proteção e alimento, por que não começar a adestrar por aí?

Os principais comandos para o adestramento dos filhotes nós colocamos no início do texto, entretanto, queremos chamar a sua atenção para outras ações importantes e que, para além daquelas que já foram citadas, também existem outras que você pode fazer por eles.

Recapitulando,

Uma parte você sabe que nós colocamos acima que são: senta, deita, aqui, junto e fica.

Agora, vamos ver o que você também pode fazer para além destes comandos:

 

  • Uma ação importante é ensinar ao labrador que ele não deve ficar pulando em você. Ao evitar e adestrar que isso não ocorra você vai fazer com que o seu cão não faça o mesmo com outras pessoas na rua, ou com amigos. Você deve saber, esta é uma situação muito constrangedora, mas muito comum também.
  • Ensine ao seu cão que é importante que ele aprenda a usar a coleira. No início, pode parecer desconfortável, mas o canino vai se acostumar com o tempo. Veja, toda vez que você for passear (ou simular) um passeio com o cão e ele estiver caminhando ao seu lado, você vai ensinar como deseja que ele faça ao sair para passar. Neste momento, você pode dar uma recompensa caso o animal reaja corretamente.

 

Quais as vantagens de adestrar os filhotes?

 

Bom, como já vimos existem muitas vantagens em se adestrar os filhotes, especialmente, se você não quer que o seu cão seja o líder da matilha da sua casa. Lembre-se o líder da matilha é você, ninguém além de você.

No mais, outras vantagens importantes são percebidas quando adestramos cães filhotes, veja só:

 

  • Se o seu labrador é filhote, tanto melhor para aprender. Quando menor for o seu cão, mas facilmente você vai conseguir adestrá-lo;
  • Sendo filhote há uma questão importante e favorável para que você trabalhe a relação de ação x recompensa. Como os animais filhotes comem mais do que os adultos, para cada ação positiva e de obediência do seu cão você pode dar uma recompensa. Caso o veterinário permita, pode pensar em dar um petisco;
  • E já que estão em fase de crescimento será ótimo também para ensinar os comandos básicos. Já que como estão em processo de formação óssea vão sentar e deitar com mais facilidade;
  • Uma outra ação importante é fazer com que o labrador aprenda a pegar a ração da sua mão. Assim, quando ele estiver com fome, com certeza, vai te dar a patinha;
  • Quando um labrador, ou qualquer outro animal de estimação, é filhote, todos os membros da família estão mais dispostos a contribuir com a educação, com o adestramento do cãozinho. Portanto, não perca esta oportunidade, porque com tempo naturalmente esta empolgação passará.

 

Assim, como uma criança, um cãozinho precisa que você ensine o que deve e o que pode ser feito. É quando são pequenos que você vai conseguir mais resultados positivos, mas não desanime caso o seu labrador já não seja mais filhote. Há trabalhos de adestramento para todas as fases da vida do canino. Procure o seu veterinário, o profissional vai saber te indicar quais as melhores atitudes tomar.

O adestramento do seu cão pode te dar um novo estilo de vida, e para melhor. Tenha em mente que para toda ação de adestramento existe uma relação direta com uma vida melhor; para o cãozinho, como para você também.

Quer saber ainda mais sobre os cães da raça Labrador?

Veja o artigo sobre eles no nosso Guia Completo de Raças

labrador-adestrado

Mais coisas que você deve saber sobre labradores

 

  • O cão da raça labrador tem forte instinto de matilha, como dito anteriormente, por isso é um cão dependente e que considera todos os membros da família como a matilha dele;
  • É um cão dócil e por isso não é a melhor raça para ser usada como cão de guarda, o mais longe que ele vai chegar é latir quando algum estranho aparecer;
  • Essa raça ama o convívio com humanos, por essa razão o cão não deve ser deixado preso, sozinho ou distante do convívio humano com constância, pois isso o torna infeliz;
  • Lembre-se que um filhote é sempre mais ativo, brincalhão e acaba destruindo coisas, por isso o adestramento é também um fator importante.

como-adestrar-labrador-detalhes

 

Como lidar com filhotes

 

Você acabou de adquirir um filhote e vai leva-lo para casa, saiba que alguns pequenos cuidados podem ajudar no futuro adestramento do seu labrador:

  • O adestramento pode ser iniciado desde o momento que um filhote chega em sua nova casa, com pequenos atos, como acariciar bastante o cãozinho durante sua adaptação com o lar, tornando o labrador mais fácil de treinar e um adulto mais obediente;
  • No início também leve o seu filhote até o local onde ele deve fazer necessidade logo após ele comer, fique brincando com ele e lhe dando atenção até que ele faça as necessidades fisiológicas. Enquanto o cão estiver se adaptando ele não deve ser repreendido por eventuais acidentes, sempre seja carinhoso e paciente com ele até que ele tenha idade o suficiente e já tenha se adaptado ao novo lar;
  • Um filhote aprende as coisas observando a mãe, na falta dela ele vai se espelhar nos humanos com que convive, por isso o leve para passear, conviver com variados tipos de pessoas e outros cães assim que o seu veterinário o permitir;
  • Filhotes costumam chorar, principalmente durante a noite, quando chegam numa nova casa. Dar broncas constantes ou aparecer para confortar o filhote pode passar a ideia errada, pois ele vai entender que ao chorar o dono lhe dá atenção. Alguns cuidados podem ajudar nesse momento: você pode deixar uma peça de roupa velha sua, que possua seu cheiro, no lugar que ele dorme ou levar um cobertor onde a mãe e os outros filhotes da ninhada vão dormir antes de busca-lo e depois usar esse mesmo cobertor na cama dele, outra opção é brincar bastante antes da hora de dormir e o levar para a caminha quando o filhote cansar.

 

Durante o adestramento

 

  • Sempre premie seu cachorro quando ele realizar uma tarefa que está ensinando a ele, isso é um reforço positivo que ajuda seu cão a entender que aprender é bom. Os prêmios podem ser comida, elogios ou carinhos;

adestramento-labrador 

  • Não puna seu cachorro, ele não tem capacidade de entender porque está sendo punido. No lugar de punições, o faça entender que obedecer ao dono é uma coisa boa, dessa forma ele sempre vai querer agradar. Se o cão demorar a te atender, faça carinhos e o chame para perto para que ele entenda que é bom estar próximo;
  • Ensine o comando “sentar” antes do “espere/fica” e só o faça quando seu cão dominar a ideia de sentar;
  • Seja firme, seu cão vai tentar testar quem é o líder da situação, mas você não deve permitir que ele rosne para você e para a família ou te desafie. Dar uma bronca no seu cão é o suficiente para que ele entenda que você o chefe, nunca bata nele para se afirmar como chefe;
  • Adestrar um cão exige paciência, pois ele vai cometer erros e a tarefa precisa ser repetida diversas vezes até ele a dominar por completo. Além disso, seja firme, se você tem um objetivo o mantenha em mente, corrija seu cachorro quando ele errar e não perca o foco querendo brincar ou mudando os comandos;
  • As ordens devem ser sempre claras e simples, argumentar com seu cão não adianta, pois ele não é capaz de entender, apenas diga o que ele deve fazer de maneira especifica;
  • Uma maneira de fazer com que seu cão perca hábitos do gênero brincar de morder ou de pular em você é se afastar quando ele tem essas atitudes, dessa maneira ele vai entender que o que te afasta é o fato de ele agir de determinada forma e vai aos poucos diminuindo esses hábitos.

Confira uma reportagem sobre adestramento:

Fonte: YouTube



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/como-adestrar-labrador/

Categorias:
Comportamento dos Cães, Curiosidades sobre Cães, Fases da Vida dos Cães
Tags:
adestramento, adestrar, cachorros, cães, cão, labrador, labradores, pets, raça

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados