Coceira em Cães - As principais causas

As causas da coceira em cães

Um dos problemas que os cães geralmente sofrem é o da coceira e há muitas causas para a coceira em cães. O primeiro pensamento ao ver um cão se coçando é comumente o de pulga, mas não é bem assim, por vezes o cão está sofrendo de algo mais sério.

A coceira em cães também pode ser um sintoma de um comportamento obsessivo, é algo comum, na verdade. O cão quando está ansioso ou estressado, tende a se coçar em excesso. Uma boa solução para esta situação é a aplicação de florais para cães, que ajudam no controle das emoções do cachorro e o acalma.

 

Causas diversas da coceira

 

Leia Mais: Acupuntura para Cães - Saúde e bem-estar

A coceira em cachorros também pode ser provocada por doenças, alergias ou mesmo pulgas. Para tratar e medicar corretamente, é necessário diagnosticar a causa com precisão.

 

  • Sarna

Nem todas as sarnas são causadoras de coceira. A sarna, também conhecida como escabiose, é uma doença de pele contagiosa, que é causada por um ácaro. A sarna localizada é bem comum em filhotes de até um ano de idade, o principal sinal dessa sarna é a perda de pelos ao redor da boca, dos olhos, algumas vezes nas patas.

A sarna localizada provoca coceira em cães e costuma passar espontaneamente em seis semanas, mas como tem uma grande chance de voltar, é indicado o tratamento, isso também irá ajudar a prevenir a sarna localizada de se tornar uma sarna generalizada. Em cães com idade já acima do um ano de idade, é improvável que a sarna se cure espontaneamente.

O tratamento da sarna localizada é feito com pomadas que contenham gel peróxido de benzoíla, aplicada uma vez ao dia. No começo do tratamento a área afetada irá parecer pior, mas não se preocupe.

A sarna generalizada deve ser tratada com orientação do veterinário. Consiste em banhos com xampus especializados para o tratamento e aplicação de pomadas apropriadas.

Se a sarna não for tratada, a coceira no cão irá continuar e a pele ficará mais prejudicada, pois quanto mais o cão coçar, mais irá machucar a região.

Não existe vacina contra a sarna, como alguns acreditam. O que existe é uma medicação injetável, mas que tem efeito curativo e não preventivo. Esse medicamento só poderá ser aplicado pelo veterinário.

coceira-caes 

 

  • Alergias

Outra causa comum que provoca a coceira em cães é aparecimento de alergias na pele. Isso pode ser causado por várias razões, como contato com produto químico, mudança na ração, etc.

A alergia é, na verdade, um estado de sensibilidade maior. Se neste estado o cão for exposto às substâncias alergênicas, terá uma reação alérgica. Se não fosse o estado de hipersensibilidade, a substância seria inofensiva.

O sintoma mais frequente percebe-se na coceira em cachorros, também pode ocorrer lambidas excessivas para aliviar a coceira, o pelo perde o brilho e fica mais escasso. A alergia em cães pode ser causada por diversos agentes, portanto é necessário levar o pet ao veterinário para que com o exame se diagnostique a razão da alergia, pois a coceira é um sintoma que confunde, por ser comum a outras doenças.

O tipo mais comum de alergia é aquela causada pela saliva da pulga. Ocorrem, em geral, nos cães de três a quatro anos. Outro tipo de alergia comum é provocada pela alimentação, geralmente pela ingestão de carne de vaca ou de porco, além de alimentos derivados do milho, trigo, leite e soja. A mudança da ração pode causar alergia no cão, fique atento.

Algumas raças como o Labrador, Pug e Shar-Pei são predispostos a desenvolverem alergias a pólen, plantas, pó, fungos, etc.

 

  • Piodermite

A piodermite também provoca coceira em cães e é causada por uma infecção bacteriana que deve ser tratada com antibiótico para cães. A infecção apresenta lesões na pele do animal, com ou sem pus, e pode chegar a causar uma úlcera, que seria a perda profunda do tecido.

Para diagnosticar a piodermite, será necessário um exame clínico e, às vezes, até um laboratorial, além da análise da aparência das lesões. O tratamento é feito com antibiótico, xampus anti-sépticos ou anti-seborréicos e, principalmente, no estudo da causa da piodermite, para que esta não volte. Pode ser provocada por parasitas, por falta de nutrientes, por desequilíbrio hormonal, etc.

O importante a ser feito quando você observar a coceira em cães é levá-lo ao veterinário para o diagnóstico apurado, pois a coceira em si é um sintoma comum a muitas causas, conforme visto aqui, e tratamento caseiro pode acabar retardando o tratamento adequado que poderia ser feito logo no início.

coceira-cachorros 

 

  • Pulgas

 

A causa mais comum da coceira em cães talvez seja a presença de pulgas. A reação da coceira vem da saliva da pulga, que fica no corpo do cão quando ela pica para sugar o sangue. Alguns cães desenvolvem uma sensibilidade maior e a coceira é mais grave.

A pulga não é somente uma causa simples de coceira, ela também pode transmitir doenças para o cão, ao entrar em contato com o sangue dele. Uma delas é a dermatite alérgica, que causa coceira, o que faz o cão se machucar ao coçar e desenvolve protuberâncias avermelhadas, causando queda do pelo, feridas e, em casos mais graves, uma infecção. A dermatite causada pela pulga não tem cura, pode ser apenas controlada e remediada.

A pulga também pode transmitir vermes para o cão, como o dipylidium caninum, que causa diarreia com sangue no nosso amiguinho de quatro patas, neste caso a verminose é transmitida pela ingestão da pulga pelo cão.

Se o verme estiver presente em grande quantidade, o cão pode sofrer de convulsões. Por isso é extremamente importante que quando você notar seu cachorro se coçando muito e constatar que a causa é uma infestação de pulga, o cão seja levado para ser vermifugado.

Além disso, por causa do contato da saliva da pulga com o sangue do cão, pode acontecer da pulga transmitir vírus de um cãozinho para outro, fazendo com que o cão saudável desenvolva uma provável virose. A anemia também é um risco que o cão sofre ao ser infestado com pulga.

 

  • Carrapatos

 

O carrapato é outra causa de coceira em cães. O carrapato é identificável a olho nu, você pode ver pequenas bolinhas pretas grudadas no corpo do cão, entre a pelagem. O carrapato pica o cão, assim como a pulga, e causa a coceira.

O carrapato é um parasita e se alimenta do sangue do hospedeiro. O carrapato não procria no cão, ele desce do corpo, põe seus ovos e quando os ovos nascem, os carrapatos procuram um hospedeiro para si. Por isso não adianta apenas tirar os carrapatos que estão no cachorro, é também necessário fazer uma limpeza geral no local onde o cachorro fica, pois é lá que o carrapato vai espalhar seus ovos, e isso fará um ciclo sem fim de infestação.

O carrapato pode transmitir doenças, assim como a pulga. Existe carrapaticidas à venda, para eliminar o foco desse parasita. Pode ser facilmente remediado e evitado ao manter o local livre de ovos de carrapato. Em caso de dúvidas, consulte um veterinário.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/coceira-caes/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Saúde do Cachorro
Tags:
alergias, cachorros, cães, cão, coceira, doenças, pets, saúde

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados