Clicker para Adestramento - Ensinando de forma inteligente | CachorroGato

Clicker para Adestramento - Ensinando de forma inteligente

Popular entre profissionais e donos de pets, o clicker para adestramento segue como uma das mais eficientes ferramentas para o treino de cães

Disponível no mercado pet em diferentes versões de estilo e tamanho, o clicker para adestramento é, hoje, uma das ferramentas mais usadas e eficientes para o treinamento de animais. Popular entre adestradores profissionais e donos de pets que botam em prática as mais básicas técnicas de ensino para cães, o produto tem eficiência comprovada no processo de aprendizado dos cães.

Atualmente, o clicker para adestramento é usado tanto nos processos do ensino de comandos e regras para pets, quanto para treinar animais que estejam se preparando para participar de competições do mundo canino, como o Canine Freestyle – que consiste em apresentações de cães junto aos seus donos, com combinações de dança e truques.

clicker-para-adestramento

Usado para dar instruções e indicar bons comportamentos com precisão, o clicker é fundamental no processo de adestramento de muitos cães mais distraídos que, com a sua ajuda, podem captar comandos de uma maneira mais simples e prática.

Embora muitos ainda optem por outros produtos que emitam barulho para ajudar no treinamento de cachorros, o clicker ainda segue como o mais popular instrumento nesse aspecto; já que, com o seu uso, são quase nulos os riscos de assustar os bichos durante o adestramento ou de que a audição deles seja prejudicada por barulhos muito altos.

Conheça, a seguir, um pouco mais sobre o funcionamento e as vantagens que o clicker para adestramento pode trazer, e entenda por que esse instrumento tão pequeno e simples pode ajudar tanto nos processos de aprendizado dos mais diversos tipos de animais.

Leia Mais: Conheça 7 passos para treinar gatos domésticos

 

O que é e como funciona o clicker?

 

Feito de plástico, o clicker para adestramento é um aparelho retangular, pequeno e com um botão que, quando acionado, produz o som de um “click”. Quem lê essa descrição isolada pode achar que a ferramenta é simples demais para fazer diferença; no entanto, esse produto é, hoje, um dos mais usados e mais eficientes para o treinamento e o ensino de cães (podendo ajudar, ainda, no adestramento de outros animais, como gatos e até aves).

Usado para mostrar ao cão algum fator específico – que pode incluir desde um bom comportamento até qual é a hora certa de pular ou girar em treinamentos – o clicker é tido nos processos de adestramento como um substituto para a voz de quem ensina, emitindo o seu som característico a cada vez que o portador aperta o seu botão.

É importante frisar que o uso dessa ferramenta é indicado para todo tipo de adestramento inteligente e que envolva recompensas, já que a principal vantagem do clicker é indicar especificamente por qual tipo de comportamento o cachorro está sendo recompensado – ação que fica muito mais complicada por meio da fala; já que, dificilmente, um dono de pet que não seja um adestrador profissional conseguirá ter o timing exato para indicar a execução correta de um comando específico.

Em um processo de adestramento para que um cão aprenda a sentar, por exemplo, o clicker deverá ser acionado no exato momento em que o pet obedecer ao comando que foi proposto, mostrando para o cachorro que o barulho do “click” quer dizer que ele realizou com sucesso o que foi pedido.

Estar atento ao instante correto em que o animal realizou o que lhe foi comandado é o fator mais importante para que o uso do clicker seja eficaz, pois, se o portador da ferramenta a aciona depois que o cão já obedeceu ao comando, todo o esforço para ensiná-lo pode ir por água abaixo.

Para exemplificar esse equívoco, podemos usar o mesmo cenário descrito anteriormente, onde uma pessoa tenta ensinar um cão a sentar. Se o comando é dado e o cão se senta, mas o clicker é acionado somente quando o cachorro está começando a se levantar, ele entenderá que o correto é que ele fique de pé, pois o som do click foi ouvido quando ele estava ficando nesta posição, e não quando estava sentando (hora certa para apertar o botãozinho no aparelho).

Por meio do uso dessa técnica combinada com recompensas (que podem ser carinhos ou o oferecimento de algum petisco que o pet goste) o cão passa a entender que, ao realizar o que foi pedido, ele escutará aquele barulhinho característico e, quando isso acontecer, é sinal de que uma gostosa recompensa está a caminho – incentivando-o a assimilar regras e a associar o barulho do clicker de adestramento a algo positivo e prazeroso.

Para os que escolhem petiscos como forma de agrado, é importante lembrar que os quitutes escolhidos devem ser pequenos e fáceis de comer; já que, ao receber comidas mais complicadas de mastigar, o cão pode acabar desviando sua atenção do que lhe é proposto no adestramento, dificultando o processo por interrupções muito longas.

 

Como associar o som do clicker a uma recompensa?

 

Para fazer com que o animal entenda o barulho do clicker como a promessa de uma recompensa, chame a atenção dele na hora de dar o petisco ou os carinhos e acione o barulho da ferramenta, dando-lhe o presente em seguida. Isso deve ser feito repetidamente até que o cão possa compreender e associar o que você quer dizer e, a partir disso, ele já saberá que o “click” é algo positivo, animando-se ao ouvir o barulho durante o adestramento e encarando a busca pelo som como um desafio para que seja recompensado.

clicker-adestrar

É importante que, ao executar esse processo – também conhecido por muitos como o ato de “carregar o clicker” - os cliques sejam aleatórios e espaçados, já que o único objetivo nessa atividade é fazer com que o cão entenda que aquele som é um sinônimo de recompensa. Feito isso, é só começar a botar em prática as técnicas de adestramento com a ferramenta, pois, o cão já saberá o quão positivo é o barulho.

 

Quando o clicker não funciona

 

Em alguns casos bastante raros, os cães podem ter pavor de qualquer tipo de som estranho ou um pouco alto e, nessas situações, o clicker pode assustar o animal ao invés de ajudá-lo a aprender, vai atrapalhar.

É sempre bom que o dono do pet que mostrou aversão à ferramenta investigue se a causa disso é em função do barulho alto produzido ou do próprio som, pois, se a primeira opção for a correta, basta trocar o seu clicker por um que faça menos barulho e seguir com o processo de adestramento. No caso de fobias dos cães ao tipo de som, a solução é descobrir outra técnica de ensino para o animal.

 

As vantagens do clicker

 

Além do preço (que normalmente varia entre R$ 15 e R$ 30) baixo, o clicker para adestramento traz uma série de vantagens para quem o usa. O seu som pode alcançar até 15 metros de distância, e isso facilita bastante os treinamentos, já que, nem sempre o cão estará muito próximo quando obedecer a um comando e, com o aparelho, é possível marcar o seu bom comportamento à distância.

Por melhorar e facilitar a comunicação entre o homem e o animal, o clicker também pode diminuir bastante o tempo de aprendizado, permitindo que mais comandos, regras e truques sejam ensinados aos pets caninos em um tempo reduzido. Além disso, por produzir um som característico e único, o uso do clicker permite que o processo de adestramento seja realizado por qualquer pessoa da famíla; ação dificultada em outros tipos de treinamento, onde a voz do dono (ou de quem aplica os ensinamentos) acaba sendo assimilada como único meio de incentivo.

uso-do-clicker

Outra grande vantagem do clicker é que, depois de algum tempo de uso, ele pode passar a ser a própria recompensa do animal – que já se sente presenteado ao ouvir o som da ferramenta - dispensando petiscos e brinquedos para que o processo de aprendizado possa ser contínuo e sem interrupções.

Além disso, o uso do clicker como recompensa também resolve outra questão bastante comum entre os cães. Por serem muito “interesseiros”, as técnicas que envolvem petiscos podem fazer com que alguns cachorros percam a concentração no que estão fazendo ao avistar a comida na mão do dono, atrapalhando o adestramento. Com o clicker, o cão já sabe que será recompensado de alguma forma mais tarde, e isso o tranquiliza, fazendo com que busque o som que indica um prêmio ao invés de correr atrás dos pestiscos.

Os proprietários de pets também são beneficiados pelas vantagens do clicker e, além de poderem ter cães mais comportados e obedientes, eles também aprendem a lidar com o animal de uma maneira diferente, sem jamais usar da violência ou de agressões para ensinar o bichinho de estimação.

Muito se engana quem pensa que, ao iniciar o processo de ensinamento de cães com o clicker, o dono terá que andar com o aparelho pelo resto da vida para que o pet o obedeça; já que, ao aprender um comando com clareza, o animal não precisará mais de cliques para executá-lo, necessitanto, apenas, de muitos carinhos como forma de recompensa após tê-lo obedecido.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/clicker-para-adestramento/

Categorias:
Atividades de Cachorro, Comportamento dos Cães, Atividades de Gatos, Comportamento dos Gatos
Tags:
adestramento, cachorros, cães, cão, clicker, gatos, pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados