Casas de Cães Grandes e Pequenos | CachorroGato

Casas de Cães Grandes e Pequenos

Conheça a variedade de casas de cães grandes e pequenos disponíveis no mercado pet e escolha o novo lar do seu cãozinho

Casa de cães podem ser encontradas numa variedade imensa nos dias de hoje, e o mercado pet disponibiliza cada vez mais modelos, tamanhos, materiais e especificações para que os donos de bichinhos de estimação possam encontrar o lar ideal para seus amigos de quatro patas.

Sejam grandes ou pequenos, os pets que necessitam de um cantinho para si já podem viver em casas de cães cheias de luxo e conforto, deixando de lado as camas dos donos e os quintais abertos para abrigar a tão sonhada casa própria. Engana-se quem pensa que a aquisição de uma casinha especial para cachorros é um luxo desnecessário e para poucos, já que, além de aumentar o conforto emocional dos animais, elas também podem ajudar a protegê-los contra o frio e a chuva, afastando-os de complicações e doenças.

Por serem animais que descendem dos lobos, ter uma toca é algo natural e saudável para os cães, que podem aproveitar seu cantinho para relaxar, desestressar e fugir de situações que lhe deixam com medo. Embora muitos creiam que a vida em locais totalmente abertos é a mais indicada para os cachorros, basta observar o comportamento deles em situações de estresse para perceber o quão necessária pode ser uma casinha própria – onde o animal pode procurar abrigo sem ter que usar mesas, cadeiras e o espaço entre a cama e o chão para se esconder.

casas-caes

Assim como no caso de outros tipos de acessórios para pets, há quem exagere um pouco no nível de luxo das casas para cachorros – como a socialite Paris Hilton, que desembolsou mais de 300 mil dólares para construir uma casinha personalizada (com varanda, mobília e tamanho suficiente para abrigar uma pessoa) para o seu pet, o chihuahua Tinkerbell.

No entanto (no mundo das pessoas não milionárias), não é necessário gastar tanto para dar um bom lar para o seu cãozinho, e basta prestar atenção em alguns detalhes importantes – como material, altura e espaço - para garantir o máximo de conforto e proteção para o seu bichinho de estimação. Confira, a seguir, em que itens ficar de olho para adquirir a casa de cães mais adequada para o seu pet.

Leia Mais: Como fazer a melhor casinha de cães para seu maior companheiro

 

Material das casas de cães

 

Os materiais mais comunmente usados na construção de casas de cães são o plástico, a madeira e, mais recentemente, o cimento. Cada um desses materiais conta com vantagens e desvantagens, e cabe ao dono do pet escolher a que mais se adapta dentro de seu lar e qual delas será a preferida de seu pet.

  • Casinha de plástico

A maior vantagem das casas de cães de plástico é a praticidade para fazer a limpeza do espaço. Bastante leve e fácil de transportar, a casinha desse material pode ser colocada em quase qualquer canto da casa sem causar problemas, e o mercado conta com uma variedade imensa de tamanhos, cores e estilos para oferecer.

No entanto, junto com a facilidade na hora da higienização do cantinho canino, as casinhas de plástico também destacam algumas desvantagens em relação às que são produzidas a partir de outros materiais. Por ser composta por um material mais frágil, as casas de plástico para cães não são tão resistentes e, além de fazer muito barulho quando os pets se movimentam dentro dela, também não é capaz de protegê-lo do frio ou do calor – já que, quando exposta ao clima natural, ela rapidamente adquire as características desse tempo, ficando muito quente ou muito fria.

  • Casinha de madeira

As casas feitas de madeira já se apresentam com uma resistência bem superior à das casinhas de plástico e, além de protegerem melhor o cão do frio, da chuva e do calor, também fazem menos barulhos quando ocupada pelo pet. Mas nem só vantagens se destacam nas casas de cães feitas de madeira, já que este material é muito mais difícil de ser limpo e, com o tempo, pode acumular umidade e sujerias; facilitanto o aparecimento de fungos, bolor, mofos e até cupins. O mais indicado para quem deseja uma casinha feita nesse material é procurar por modelos que sejam construídos com madeiras consideradas nobres duras (como Ipê, Itaúba, Jatobá, Peroba, Pau Roxo, e Maçaranduba, entre outras), que são mais resistentes e, além de ter um aspecto elegante, também cheiram bem e são menos vulneráveis ao aparecimento de cupins e bolor.

  • Casinha de cimento

Ganhando cada vez mais popularidade no mercado do mundo pet, as casinhas de cimento para cães contam com um leque de vantagens, incluindo pouco (ou nenhum) barulho quando habitada, grande resistência e poucas chances para a proliferação de fungos, insetos e bactérias.

Sua durabilidade é imensa e, embora - em teoria - possa parecer de difícil limpeza, a maioria das casinhas de cimento para cães são desmontáveis (o que facilita bastante a higienização do local) e, apesar de serem mais pesadas, não são difíceis de transportar.

casinhas-caes

 

Casas de cães ecológicas

Tendo em vista a preocupação cada vez mais frequente do mundo em relação à ecologia, o mercado pet já disponibiliza, nos dias atuais, casinhas para cães feitas a partir de material reciclado.

Embora a matéria-prima seja constituída de itens como o papelão, as casas de cães construídas com materiais reciclados podem ser relativamente resistentes quando mantidas em ambiente coberto, e são indicadas para cães em processo de crescimento – que precisarão de um lar maior em não muito tempo.

Protegendo o meio ambiente (por serem biodegradáveis), as casinhas ecológicas de cães também são boas em manter os cachorros protegidos do frio e do calor, já que o papelão é um isolante térmico natural e não causa alergias.

 

O tamanho certo para as casas de cachorro

 

Além do material a ser usado, o tamanho da casa de cachorro é um item importantíssimo para garantir o conforto dos pets em seus abrigos. Embora haja quem acredite que quanto maior, melhor – como no caso da socialite Paris Hilton, descrito na introdução – esse é um pensamento equivocado, já que espaços muito grandes podem gerar muito frio na parte interna da casinha, deixando de proteger o pet e perdendo uma das maiores vantagens em ter uma casa para cães.

Portanto, os donos de pets que estiverem procurando por um lar canino devem ter em mente que o ideal é: que a casa tenha uma altura pouco maior que a do próprio cão em pé, e largura suficiente para que o animal consiga dar uma volta em si quando dentro do abrigo.

Para os donos que têm cães ainda filhotes, é uma boa opção procurar saber qual será o tamanho máximo que o pet deve atingir; podendo adquirir um modelo de casinha que se encaixe nas previsões do cachorro quando adulto.

Pode parecer pequeno em um primeiro momento, no entanto, são essas as configurações de uma casa de cães que atende às necessidades do animal; oferecendo proteção contra o clima e lhe dando uma “toca” adequada, onde ele possa descansar e relaxar após situações de estresse.

cachorro-casinha

 

Casinhas de cães personalizadas

 

Serviços personalizados para construir casas de cães em formatos e materiais determinados - e com design exclusivo - também podem ser encontrados aos montes nos dias de hoje, e quem está disposto a gastar mais para dar a casa dos sonhos ao seu pet já pode contratar especialistas no assunto.

A arquitetura e o design são os maiores atrativos desse tipo de serviço, já que é possível construir casinhas que imitam desde palácios e castelos até as que se inspiram no estilo de Oscar Niemeyer, com colunas, curvas e acabamentos altamente diferenciados.

 

Cuidados com a casa do seu cão

 

Uma série de cuidados especiais devem ser tomados para evitar acidentes e a exposição do animal a perigos em suas casinhas. Nos modelos feitos com madeira, por exemplo, pregos e farpas jamais devem ser deixados à mostra e ao alcance do pet, já que eles são muito curiosos e podem se machucar com facilidade.

A limpeza das casinhas de cachorro deve ser constante – especialmente se a casa for localizada na parte externa do seu lar – evitando o acúmulo de sujeiras e bactérias que podem ser prejudiciais à saúde canina. Outro fator importante é que o chão das casinhas deve estar sempre elevado (pelo menos 20 centímetros acima da altura do chão), evitando o contato com a umidade e até mesmo a entrada de animais que possam prejudicar o pet.

Muitos proprietários de pets acabam optando pela construção de casas de cães por conta própria e, nesses casos, consultar um especialista - ou alguém que possa orientá-lo em relação aos materiais mais adequados e acabamentos para evitar acidentes - é altamente recomendado.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/casas-caes/

Categorias:
Moda e Beleza para Cães, Saúde do Cachorro
Tags:
cachorros, cães, cão, casas, casinhas, cimento, madeira, pets, plástico

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados