Carrapato em Cachorros – O que fazer? | CachorroGato

Carrapato em Cachorros – O que fazer?

A presença do carrapato em cachorros pode ocasionar doenças graves e até mesmo fatais

Todos nós sabemos que carrapato em cachorros não é um bom sinal. Eles são parasitas que se alimentam do sangue dos nossos pets e transmitem doenças graves como a Babesiose, a Erlichiose (ou Erliquiose) e tantas outras.

Existem, ao redor do mundo, mais de 800 espécies de carrapatos, mas o carrapato em cachorros mais comum no Brasil é o chamado “carrapato estrela”, além do “carrapato vermelho do cão”. Ainda em nosso país, as doenças mais comuns ocasionadas por estes parasitas são:

  • Babesiose;
  • Erlichiose ou Erliquiose;
  • Febre Maculosa.
  • Doença de Lyme

As quatro doenças são graves e seu não-tratamento com um profissional veterinário poderá levar o pet a óbito.

 

Encontrei carrapatos no meu cachorro, e agora?

carrapato-cachorros

Leia Mais: Veneno para carrapatos: aprenda a controlar este mal

 

A nossa resposta natural é tentar desgrudar o carrapato da pele do cão com as nossas próprias mãos ou com o auxílio de uma pinça comum, mas isso não deve ser feito! Ao retirar o carrapato de forma incorreta, é possível que ainda fiquem presas ao cão algumas partes do corpo do parasita, o que pode ocasionar infecções.

Existem à venda nos pet-shops pinças especiais para a retirada dos carrapatos, garantindo que eles sejam extraídos da maneira correta. Entretanto, se você, ainda sim, não se sentir seguro para desinfestar o seu cão, não hesite em procurar o auxílio de um profissional.

 

Retiramos todos os carrapatos do meu cachorro, mas ele está infestado de novo. Por quê?

O controle dos carrapatos não deve ser feito apenas no corpo do cachorro, mas, sim, em todos os ambientes que ele frequentar. Se a sua casa ou a praça que você o leva para passear estiverem infestados, de nada adianta eliminar os parasitas do corpo do cachorro, pois eles sempre voltarão. Desinfetar a casinha do seu cão e sempre se manter atento a ele após os passeios são medidas interessantes – talvez, até mesmo, encontrar um novo local para passear com ele, livre dos riscos de infestação.

Além disso, um médico veterinário também é capaz de indicar produtos especializados para a prevenção dos carrapatos (alguns também oferecem ação antipulgas e antileishmaniose) e demais outras dicas para que o seu pet fique livre deste desconforto. Banhos carrapaticidas são bastante comuns, assim como as coleiras que impedem a aproximação dos carrapatos, mas, lembre-se, não é recomendado que qualquer destes produtos seja sem a supervisão do seu médico veterinário de confiança.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/carrapatos/

Categorias:
Saúde do Cachorro
Tags:
cachorros, cães, cão, carrapatos, cuidados, doenças, pets, prevenção, saúde

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados