Cão bravo – Como contornar este problema? | CachorroGato

Cão bravo – Como contornar este problema?

Confira dicas para mudar o comportamento do seu cão bravo e saiba o que faz dele um pet assim

Ao ter um cachorro, nem sempre a raça escolhida garante qual será o seu temperamento, seja ele amável, afetuoso, de guarda, caça ou indicado para quem tem crianças. E ser tratado com todo cuidado e carinho não impede que ele se torne um cão bravo, pois além da genética, fatores emocionais e o modo de vida dele podem modificar muitas coisas.

O fato dos donos acharem graça do cachorro latir para todas as pessoas ou rosnar em situações desnecessárias é errado e mostram a propensão de que ele seja agressivo e se torne um cão bravo, porém, se não tiver restrições e for alertado sobre isso, achará que é o correto e tudo tende a se agravar. Portanto, repreendê-lo diante das ocasiões é uma alternativa importante para evitar transtornos ou problemas lá na frente.

 

O sentimento de posse de um cão bravo

cao-bravo-treinamento

Achar que tudo é seu é um hábito que um cachorro bravo costuma ter. Desde a possessividade com seus donos, onde ninguém (mesmo sendo membro da família) ou outro animal possam chegar perto, até a caminha, os brinquedos e os potes de alimentos podem deixá-lo enfurecido. E, sem dar sinais, ele ataca quem achar que precisa instintivamente, entretanto, porque sabe que tem abertura para isso.

Leia Mais: Tudo sobre cães: cuidados para deixar seu cãozinho feliz

Então, ser permissivo é mais um erro de quem tem cachorro. Caso ele rosne, lata com raiva ou tenha olhares mais pesados, é a hora de chamar a atenção e puni-lo, porém de forma branda (a agressividade fará com que ele revide ainda mais), senão ele se achará dominante e, de fato, suas imposições estarão sendo predominantes diante do momento.

Para saber quando ele poderá atacar observe no cão bravo atitudes como o rabo levantado, focinho franzido, olhos analisando o seu alvo e já corte, como diz o ditado, o mal pela raiz a partir daí.

 

Vale a pena adestrar o meu cão bravo?

A ajuda de um especialista é sempre muito válida, já que mesmo não sendo manso, o amor pelo peludo existe e queremos sempre o bem dele. Com o adestramento ele aprenderá a ser educado, obediente, irá reconhecer os comandos para que a socialização dele fique mais fácil, além de ser moldados de acordo com o desejo dos seus donos.

O cão bravo precisa ter sua psicologia canina trabalhada, que é feita através de aprendizados, repetições e recompensas. E nesta “escola” ele também terá de exercitar-se não só fisicamente para extravasar as energias, como emocionalmente para lidar com outros bichanos, o que fará dele muito mais agradável e de fácil adaptação em seu lar.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/cao-bravo/

Categorias:
Comportamento dos Cães, Saúde do Cachorro
Tags:
bravos, cachorros, cães, cão, comportamento, cuidados, pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados