Canil - Tenha o lar ideal para os cães | CachorroGato

Canil - Tenha o lar ideal para os cães

Veja as características e medidas certas para um canil

Dizem que não existe melhor lugar para alguém do que a sua própria casa. Nós nos dedicamos a sempre manter o nosso lar confortável e seguro, e isso deve ser pensado para o pet também, principalmente se ele viver na parte externa da casa. Para garantir que o cachorro tenha seu próprio espaço no lar, uma boa alternativa é a construção de um canil.

Para o dono que dispõe de espaço externo e recursos para a construção de um canil para abrigar o seu pet (ou os seus pets), existe uma série de fatores a se considerar e uma lista de dicas que ele pode seguir a fim de disponibilizar ao seu cachorro um espaço que atenda às suas necessidades.

Canil

O primeiro ponto importante na construção do espaço para o cachorro é a escolha do lugar na casa; o canil deve ser colocado em uma área que pegue luz solar, uma vez que, assim como para nós, tomar um pouco de sol faz bem à saúde do cão, pois fortalece seus ossos. Além disso, a luz do sol serve como esterilizador do ambiente.

Medidas e características dos canis para cães

Cachorros são animais de toca, por isso gostam e precisam ter uma casa de cachorro coberta, que lhes inspire segurança. O ideal para os cachorros é que o espaço não seja muito grande; eles precisam conseguir ficar em pé sobre as quatro patas e dar uma volta sobre o próprio corpo dentro da área.

Leia Mais: Cães e Gatos x Cigarro – A batalha

Por outro lado, o dono precisa ter em mente que ele vai precisar entrar no local também, para fazer a limpeza do espaço ou cuidar do seu pet, portanto é interessante que a área seja mais alta, evitando que a pessoa se machuque ou até não consiga mesmo entrar. Tendo em vista estes dois fatores, definiu-se uma tabela de medidas aproximadas para a área interna do canil de acordo com o porte do cachorro que o utilizará:

  • Canil para cachorros grandes: um espaço de 4 metros quadrados é suficiente para o cachorro se sentir confortável, sem sobrar espaço demais para ele ou de menos para quem for limpar.
  • Canil para cachorros médios: a área interna ideal gira em torno de 2,25 metros quadrados para os cães se sentirem confortáveis e seguros.

  • Canil para cachorros pequenos: pequenos como um poodle toy ou um shih tzu também podem aproveitar o conforto e comodidade de um canil só para eles, podendo a área interna ter cerca de um metro quadrado.

Tão importante quanto a área coberta, como já mencionamos, é a área externa, exatamente pelo fato de o cão precisar de contato direto com a luz do sol. Essa área, também conhecida como solário do cachorro, deve ser maior do que a parte interna, pois é onde ficará a comida do cão, o espaço para ele fazer as suas necessidades e também onde ele caminhará um pouco enquanto toma sol.

Definidas as áreas, o dono deve se certificar de que o piso do canil seja feito com uma leve inclinação da parte do fundo em direção à parte da frente, para facilitar que a água escoe quando o cão for tomar banho ou o dono for limpar a sujeira do canil.

Um ponto interessante é, caso seja possível, uma torneira ou até uma pia para que o canil tenha sua própria fonte de água, para limpeza local e dos pertences de seu cachorro.

As paredes do canil para cachorro devem ser construídas com tijolo de barro e revestidas com cimento e areia ou azulejos, para ajudar a criar a temperatura ideal no canil, além de facilitar a limpeza e evitar que o cachorro abra buracos na parede quando arranhá-la muito.

O mais importante na construção do canil para o seu cão é que as necessidades e características dele sejam pensadas no projeto. O comportamento do cão, caso ele seja tenha facilidade para pular ou seja um cão de guarda mais agressivo, deve ser considerado na hora de definir a altura da cerca ou das paredes que separarão o canil do resto da casa, por exemplo. O mais importante é a segurança, conforto e praticidade, tanto para cão, quanto para o dono.

O ideal é que a área externa do canil – o solário – seja cercada com grades ou algum outro material que permita que o cão visualize o lado de fora e também não se machuque quando for pular ou brincar. Como grades de metal costumam enferrujar, principalmente devido à ação da urina, construa uma pequena mureta e coloque as grades acima dela. A altura da cerca deve ser pensada de acordo com o tamanho do cão, se ele pula muito e se ele é muito agressivo, evitando assim maiores transtornos.

O piso merece atenção especial assim como as paredes, ele não deve ser de material que escorregue quando molha, nem material áspero a ponto de reter sujeira, dessa forma, o cimento queimado é uma boa opção para o chão do seu canil. Além disso, a opção deve ser feita levando em conta o bem estar do animal, evitando assim problemas com articulações e displasias.

O uso de ralos também contribui para facilitar na hora da limpeza e o material usado para portas deve ser resistente e bem pensado, permitindo prender o cão do lado de fora enquanto se limpa a parte interna do canil e vice-versa, além de possuírem um tamanho adequado para a entrada e saída de humanos. Como dito antes, uma inclinação na construção auxilia na limpeza e em alguns casos valas são construídas logo abaixo do termino da inclinação para recolher a água e sujeira.

A comida e a água devem ficar na parte coberta, evitando assim problemas com chuva e sol em excesso, algumas pessoas adotam o sistema de bebedor automático, de forma que o pet tenha sempre água a sua disposição. Se possível construa o canil próximo de uma árvore que dê sombra natural ao solário durante parte do dia, garantindo um alívio do sol para seu cão nos dias mais quentes.

cachorro-canil

Para o teto da parte interna, o ideal é uma laje coberta com telhas da madeirame, assim se mantém a temperatura do ambiente, evitando o excesso de calor ou de frio. Caso possua mais de um cachorro tenha certeza de que todos convivem bem e não entram em conflito constantemente, caso contrário, o melhor é que eles tenham canis individualizados, separados por paredes e não grades, evitando assim possíveis conflitos.

Pense também no conforto do seu cão na parte interna do canil, ele pode ter uma caminha para evitar o contato direto com o chão, o que evita o aparecimento de problemas como calos, mantém o cãozinho seco e mais aquecido. Use uma madeira resistente, que suporte o peso e mordidas dos animais, a mais indicada é o ipê.

Não esqueça também de um sistema elétrico para o canil, que deve ter ao menos uma tomada para ajudar na limpeza e de preferência duas lâmpadas, uma dentro e outra para a parte externa, com o interruptor do lado de fora ou num altura que o cão não seja capaz de alcançar.

A limpeza do canil deve ser realizada com água abundante e cloro, de preferência semanalmente. O cão só deve retornar ao ambiente após o sumiço do odor do produto e de preferência com o local já seco. Além disso, os cães também devem ser limpos e cuidados para evitar a presença de parasitas, caso algum cão fique doente o isole do contato com os cães saudáveis até que ele melhore e cuide do ambiente para que o livrar de possíveis contaminações.

canil-filhotes

Realmente pense e estude o seu projeto antes de colocá-lo em prática, todos os detalhes devem ser analisados antes da construção, pois depois de feito modificações se tornam mais caras e complicadas. Faça uma análise de preços dos materiais que podem ser usados e se baseie naqueles que cabem em seu orçamento. Projetos sem solário são possíveis, mas esse canil deve ser um abrigo temporário e com ele será necessário caminhadas diárias ou deixar o animal solto durante o dia.

Lembre-se que o cão é um animal limpo e vai se sentir muito mais feliz e será mais saudável se tiver um ambiente ideal que não seja apenas feito de forma a ser ideal para ele, mas que também seja sempre limpo e mantido organizado. Cuide bem do canil, pois essa é a casa do seu pet.

 

Veja um cão bastante inteligente que era capaz de escapar do canil:

Fonte: YouTube



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/canil/

Categorias:
Comportamento dos Cães, Curiosidades sobre Cães, Fases da Vida dos Cães, Saúde do Cachorro
Tags:
cachorro, cachorros, cães, canil, cão, características, espaço, especial, ideal, lar, medida, pet, pets, reservado

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados