Caminha para Cachorro - Aprenda a fazer uma

Veja como fazer para seu pet uma confortável caminha para cachorro

Uma caminha para cachorro é um dos principais acessórios que o dono pode adquirir para maior conforto do seu pet, principalmente se ele ficar bastante dentro de casa ou gostar de deitar na cama do dono ou no sofá. Tendo sua própria cama, ele não vai ocupar o espaço que não é dele.

  • Existe uma variedade muito grande de caminha para cachorro, com diversos tamanhos, tipos e cores, devendo ser escolhida pensando no porte do cachorro e o que parecer mais confortável para ele. Aprenda a fazer uma caminha para cães Além dos modelos disponíveis no mercado, também é possível confeccionar em casa uma caminha confortável para o seu cachorro, sem muita dificuldade ou precisar investir muito dinheiro. Leia também sobre as casas de cachorros grandes e pequenos.

  • Vire o moletom do avesso, junte a parte da frente da gola com a parte de trás e costure com a linha de tricô;

  • Marque com alfinetes uma linha reta de uma axila à outra, costurando a linha depois, para unir a frente e o verso do moletom;

  • Prenda, com alfinetes, a manga ao longo do corpo da blusa, e depois costure até próximo ao punho do moletom;

  • Através dos punhos, encha o “tubo” que irá se formar na blusa com manta acrílica, para deixar as bordas da cama bem fofinhas;

  • Coloque a almofada dentro do corpo do moletom e costure as barras juntas, fechando a peça;

  • Junte os punhos e costure as aberturas uma na outra, fechando a borda da caminha, e depois, com a linha comum, passe o pedaço de retalho por essa parte, para esconder a costura e dar um toque mais charmoso na peça;

Depois disso, basta ensinar ao seu cãozinho que agora ele tem uma caminha feita especialmente para ele! Veja estas rápidas seis dicas sobre adestramento de cães.

caminha-pra-cachorro

O que fazer com um cão que tem o hábito de dormir na cama do dono?

Em muitos casos o próprio dono faz com que seu cão crie o hábito de dormir em sua cama quando filhote ao colocá-lo nela. Segundo especialistas, deixar seu cãozinho dormir na mesma cama que você pode trazer vários comportamentos indesejáveis como agressividade, carência em excesso e possessividade do pet com relação ao seu dono. Além disso, dormir na cama do dono pode não ser saudável quando o cachorro não se encontra devidamente higienizado.

Leia Mais: Tapetes sanitários: usos e bons motivos pra ter um.

Se mesmo assim o dono fazer questão de ter o pet dormindo consigo alguns cuidados são recomendados como: vermifugação, vacinação em dia, limpeza das patas antes de colocar o cão na cama e a troca diária dos lençóis usados.

Se por outro lado o dono deseja que o seu cachorro perca esse hábito as dicas são:

  • Escolha uma cama confortável e ideal para o tamanho de seu pet;
  • Não permita mais que o cão suba na cama e sempre que ele o fizer o tire da cama imediatamente e repita o ato toda vez que ele tentar de novo, seja firme nessa atitude;
  • Se houver a possibilidade passeie com o cão antes de dormir, assim ele fica cansado e dorme rapidamente;
  • Conduza seu pet para a cama dele, o tirando da cama do dono sempre que subir e o levando até a sua;
  • Deixe a nova cama do pet no mesmo ambiente que ele costuma a dormir, fique próximo da cama e o chame para perto, dando comandos e o recompensando sempre que ele acertar, o acaricie até que seu cão pegue no sono.

 

Mas o que fazer com um filhote que acabou de chegar em casa?

Quando um filhote chega em um novo lar é comum que ele chore muito, pois ele sente falta da sua mãe e irmãos. O melhor é que durante a primeira semana o filhote durma próximo a cama do dono ou de outro membro da família, ele ainda vai choramingar, mas vai se sentir mais seguro e acolhido. Depois disso você pode começar a deixar o filhote no local que deseja que ele durma, ele ainda vai chorar, porém vai sofrer menos.

caminha-de-cachorro

Dicas para escolher uma boa caminha:

  • Escolha um cama que seja um pouco maior do que seu cão, mas tenha em mente que ele não vai se sentir confortável se a cama for maior demais e que pode se machucar se a cama for menor;
  • O material da caminha do cachorro deve ser fácil de lavar e o tipo deve estar de acordo com o clima do lugar onde vive, escolha tecidos frios ou algodão se o local no qual vive e muito quente, se o local é mais frio escolha tecidos mais quentes e laterais mais altas;
  • A caminha deve ser um pouco alta para evitar o contato do cão com a poeira, umidade e frio do piso, evitando também o surgimento de calos;
  • Se houver zíper na almofada da caminha, o mantenha escondido para seu cão não se acidentar;
  • Escolha a caminha de acordo com a idade do seu cão, uma cama muito alta ou com laterais muito grandes podem fazer um filhote se acidentar, enquanto idosos e cães com problemas de displasia devem ter uma cama suspensa e não muito macia.

 

Outras opções de caminha:

  • Tecido de guarda-chuva:

Sabe aquele guarda-chuva velho que você tem e não sabe o que fazer? Uma opção é tirar a armação e usar o tecido para fazer uma caminha. Retire dois tecidos da armação e costure toda a volta dos dois juntos, deixando um espaço para encher com manta, enchimento ou retalhos.

Feche sua almofadona e faça capitonês no centro e em cada lugar onde havia armação, isso ajuda a deixar o enchimento uniforme e o acabamento é bem fofinho.

  • Pallets ou caixa de madeira:

Você pode utilizar pallets ou caixa de madeira, daquelas de feira, para fazer uma caminha. Use a imaginação, pinte e faça uma almofada bem fofa para deixar seu cão confortável. A caixa de madeira é uma ótima opção para animais menores.

A caminha para cachorro feita em casa é uma alternativa para quem gosta de artesanato e não quer gastar dinheiro comprando uma cama para seu pet.

Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/caminha-para-cachorro-aprenda-fazer/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Moda e Beleza para Cães, Saúde do Cachorro
Tags:
acessório, aprender, cachorro, cachorros, cães, cama, caminha, cão, casa, dentro, fazer, fundamental, pequeno, pet, pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados