Cachorros Coloridos - Cuidados para pintar o seu pet | CachorroGato

Cachorros Coloridos - Cuidados para pintar o seu pet

A curiosa moda dos cachorros coloridos

A moda de pintar cães das mais diversas formas já é febre, tendo vários concursos de arte em cães pelo mundo. Há estilistas especializados em beleza animal que trabalham especificamente com o processo. Saiba um pouco mais de como funciona a moda dos cachorros coloridos e os maiores cuidados dessa prática.

 

Pintura em cães é considerada uma forma de arte

 

Os cachorros coloridos começaram como hobbie entre os criadores, que se juntavam para socializar os cães e mostrar suas ideias uns aos outros. Com o tempo, essa moda começou a ganhar mais adeptos e ficar mais famosa, gerando concursos e estilistas especializados em tosar e pintar os cães das formas mais criativas possíveis.

 

Leia Mais: Higiene canina: o que saber para cuidar do seu cãozinho

cachorros-coloridos

 

A prática é criticada por uns e adorada por outros, mas independente da opinião, é interessante ver as formas e os temas que os estilistas põem nos cães. Tornou-se uma forma de arte, expressando uma história ou um pensamento. Atualmente os cachorros coloridos chegaram até as passarelas de desfiles de moda, como acompanhantes que embelezam os desfiles.

Algumas pessoas, porém, preferem destacar seus cães com algum toque de cor no pelo ou detalhes coloridos, sem necessariamente ser para concursos e shows, simplesmente para se divertirem com seu cachorrinho. Os cachorros acabam recebendo mais atenção e isso os deixa mais felizes.

 

Algumas raças são favoritas para colorir

 

No mundo dos shows de cães coloridos algumas raças reinam entre as favoritas. Poodles são, com certeza, os reis da tinta. Como seu pelo é alto, é possível fazer tosas de vários tipos e formas, e a coloração no pelo de Poodle branco fica bem viva.

 

caes-coloridos

 

Algumas outras raças também são favoritas nesses shows. Os cães de pelo branco como o Maltês, O Bichon Frisé e o West Highland White Terrier são muito usados pela facilidade que a tinta pega no pelo. Mas alguns cães de pelagem pintada ou acinzentada também participam, mesmo que não sejam a tela em branco para a criatividade dos estilistas.

Os tamanhos das raças também entram na brincadeira. Cães de grande porte são pintados de tigre ou leão, para realmente parecerem os animais. Enquanto cães pequenos às vezes se tornam outros animaizinhos, como filhotes de panda. O negócio dos estilistas é inovar e mostrar criatividade.

 

Muito cuidado ao pintar um cachorro em casa

 

Algumas pessoas querem seguir essa moda e experimentar, mas não tem condições de pagar um estilista, ou até não tem acesso a um. Entretanto, deve-se ter muito cuidado com o que for usar para pintar o pelo do bichinho.

O mais indicado a usar é corante de bolo diluído em água, daqueles que se usa pra colorir glacê. É o produto usado para shows e desfiles, pois não prejudica o pelo e a pele do cão, e se ele lamber, não fará mal algum. Obviamente, o cão pode ser alérgico a esse tipo de corante, então é muito importante testar bem antes, para evitar qualquer problema.

O dono deve lembrar de jamais usar tinta de cabelo humano no cachorro ou qualquer corante que possa ser tóxico para o bichinho, e isso inclui anilina de madeira e papel crepom. Essas substâncias podem levar o cão a ter sérios problemas alérgicos ou doenças de pele graves. Há no mercado tintas próprias para pintar o pelo de cães, que são as mais indicadas, mas nunca deixe de fazer um teste, mesmo com esse tipo de tinta.

Antes de pensar em colorir o cão, é importante ir ao veterinário e explicar o que quer fazer, para o profissional dar as melhores dicas para manter o cão seguro. O médico saberá dizer se é possível colorir de acordo com o pelo e a pele do animal. Alguns cães tem a pele mais sensível que outros, e o pelo pode ser delicado demais pra esse tipo de coisa, mesmo sendo usado um corante comestível.

Também vale lembrar de deixar o focinho e os olhos do bichinho longe de qualquer pintura, pois pode irritar o olfato ou causar problemas na visão. E saber se seu cão gostaria de ser pintado também é muito importante. Alguns cães não gostam muito de banho e não param nem para pôr uma roupa, então tentar pintá-los pode causar incômodo e irritação. Por mais que seja só uma brincadeira, a saúde do bichinho deve estar sempre em primeiro lugar.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/cachorros-coloridos/

Categorias:
Atividades de Cachorro, Curiosidades sobre Cães, Moda e Beleza para Cães
Tags:
cachorros, cães, cão, coloridos, desfiles, fashion, moda, pets, tingir, tinturas

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médica Veterinária (CRMV- SP 20.567) formada pela Universidade Estadual de Londrina - PR com Especialização em Radiodiagnóstico pelo Instituto Veterinário de Imagem (IVI). Responsável pelo setor de diagnóstico por imagem do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h atuando nas áreas de radiologia, ultrassonografia e ressonância magnética. Dra. Madi é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados