Cachorro obeso – Seu cachorro está gordo? | CachorroGato

Cachorro obeso – Seu cachorro está gordo?

Saiba que problemas um cachorro obeso pode enfrentar e como manter seu pet com saúde

Há quem ache um cachorro obeso muito fofo, no entanto, o excesso de gordura no corpo dos animais – assim como no dos seres humanos – pode causar uma série de problemas, colocando a saúde dos pets em perigo. Embora muitas raças já tenham uma predisposição maior à obesidade por natureza (como Beagle e Basset, por exemplo), a alimentação segue como o principal fator de risco para o aumento exagerado de peso – seja pela quantidade além do necessário ou em função de uma dieta pouco balanceada.

O sedentarismo é outra motivação bastante comum para o desenvolvimento de um cachorro obeso e, quem tem um pet como parte da família deve ficar ligado nas principais características do animal; já que, em função de fatores genéticos, a falta de atividades e exercícios pode ser uma sentença de obesidade para muitos cães.

cachorro-obeso

Além dos fatores já descritos, algumas doenças também podem ser as grandes responsáveis pela engorda de cachorros, e problemas conhecidos fazem parte deste grupo, como a diabetes e o hiperadrenocorticismo (também conhecido como a Síndrome de Cushing, que causa aumento de apetite e o crescimento do volume abdominal dos cães, entre outros sintomas, como a queda de pelos).

Problemas psicológicos causados em função da falta de atenção dos donos ou de mudanças bruscas na vida do animal, como a depressão e o estresse, também podem influenciar o aumento de peso dos cães.

De acordo com as informações mais recentes do mundo da saúde dos animais, nunca houve um tempo em que tantos cães e gatos puderam ser considerados obesos como nos dias de hoje, sendo que até 40% dos pets que passam por consultas com veterinários já fazem parte desse grupo.

Leia Mais: 3 motivos por que meu cachorro está mancando

Embora os cuidados com pets tenham, também, crescido em grande proporção ao longo dos últimos anos, a questão da obesidade dos cães segue em pauta; até porque, em boa parte dos casos, os donos de pets obesos nem mesmo sabem identificar o problema em seus bichos de estimação, considerando o excesso de peso algo normal e um sinônimo de saúde.

Conheça, a seguir, alguns dos principais problemas que podem ser desencadeados em função da obesidade nos cachorros, quais são as raças mais predispostas a esse tipo de complicação e como identificar e contornar o problema, mantendo seu pet feliz e saudável.

 

As doenças da obesidade em cães

Considerada entre os fatores que podem levar um cão à obesidade, a diabetes também pode ser causada pelo aumento de peso excessivo nos cachorros – que podem desencadear, ainda, problemas de mobilidade, dificuldade em respirar, distúrbios nos ossos e nas articulações do animal e doenças no trato urinário. Além disso, a chance de desenvolver doenças de pele, alterações renais, câncer e distúrbios do sistema reprodutor também aumenta muito em cães obesos; portanto, todo cuidado é pouco na hora de definir uma alimentação balanceada para o seu pet.

caes-obesos

As raças com maior predisposição à obesidade

Muitas raças bastante conhecidas e queridas sofrem com uma predisposição à obesidade e, neste grupo, podemos citar nomes como Dálmata, Dogue Alemão, Beagle, Cocker Spaniel, Labrador, Golden Retriever, Pug, São Bernardo, Mastiff, Shih Tzu, Schnauzer Miniatura, Basset e Dachshund – sendo a última raça a que registrou o cão mais gordo do mundo, batizado de Obie.

Sem nem conseguir andar em função da obesidade, o Dachshund Obie chegou a pesar 35 quilos e, com o acompanhamento de profissionais, conseguiu perder 23 Kg e alcançar o peso ideal para a sua idade e raça, de 12 quilos. Para se ter uma ideia do quão grande foi essa transformação, o cão teve que passar por uma cirurgia para a retirada de peles excedentes após a perda de peso.

 

Identificação e controle da obesidade em cães

Conforme citado anteriormente, muitos donos de pets acabam ignorando a obesidade de seus cães por acharem que um cachorro saudável deve ser “gordinho”. No entanto, é justamente aí que começam os problemas para os animais e, por meio da observação de três fatores específicos, é possível identificar se o seu pet está obeso ou não, conforme descrito a seguir:

  • As costelas do animal devem ser sentidas pelos dedos quando se acaricia a região
  • Deve ser possível ver uma “cintura” no cachorro quando ele é olhado de cima
  • A barriga do cão deve ser menor que a sua região peitoral quando o cão é olhado de perfil

Caso não seja possível notar os itens acima no seu bichinho de estimação, procurar um médico veterinário pode ser uma boa opção; já que o seu cãozinho muito provavelmente precisará de uma alimentação especial para manter a saúde e deixar a obesidade para trás.

No entanto, a prática constante de exercícios e a ingestão de uma dieta balanceada (livre de petiscos de humanos que, em muitos casos, são dados aos animais) já são ótimas maneiras de deixar o seu pet em forma e longe de problemas, além de melhorarem a saúde do animal como um todo.

Hoje em dia, com a maior especialização da medicina veterinária, já contamos com a fisioterapia veterinária, que fornece uma série de exercícios terrestres associados a atividades também na água como natação e esteira, fazendo com que possamos dar uma mãozinha ainda maior para a perda de peso dos nossos cães.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/cachorro-obeso/

Categorias:
Saúde do Cachorro
Tags:
alimentação, cachorros, cães, cuidados, gordos, nutrição, obesidade, obesos, pets, saúde

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados