Como controlar um cachorro bravo

Entenda os motivos que podem deixar um cachorro bravo e saiba como amenizar a situação

Um cachorro bravo pode ser motivo de muita confusão e de ferimentos sérios em pessoas e outros animais, e quem tem um pet mais agressivo em casa está em constante busca de métodos que possam diminuir o comportamento agressivo de seus bichos de estimação. No entanto, essa tarefa se torna bastante difícil quando a origem de tanta agressividade é desconhecida, e o primeiro passo para amenizar o problema é, justamente, a investigação dos motivos que levam a esse tipo de comportamento.

Embora um cachorro bravo possa ser muito útil para proteger um lar e servir como cão de guarda – alertando seus donos em relação a possíveis ameaças e perigos – ter um cão mais agressivo em casa pode desencadear uma série de acidentes, que incluem desde mordidas em pessoas e animais estranhos até o comportamento violento com seus próprios donos.

cachorro-bravo

Embora todos os cães tenham a habilidade de aprender e possam ser adestrados para evitar ataques e atitudes violentas, há muitas raças consideradas mais perigosas no mundo animal – e não por serem agressivos de uma maneira geral, mas por terem a capacidade de causar estragos enormes quando atacam.

Dentro desse grupo de cachorros considerados bravos, há uma variedade de raças bem conhecidas que se destacam, como Pitbull, Rottweiler, Pastor Alemão, Husky Siberiano, Dogue Alemão, Doberman, Chow-Chow, Malamute do Alaska, Persa Canário e até São Bernardo – que, embora seja tido como um cão dócil (como o protagonista dos filmes Bethoven), pode pesar até 90 quilos e causar ferimentos graves quando ataca alguém. Saiba mais sobre estas e muitas outras raças clicando aqui.

Leia Mais: Veja as 10 raças ideais de cães para apartamentos pequenos

No entanto, conforme citado anteriormente, nenhuma dessas raças é, de fato, agressiva por completo; e com a criação adequada e a aplicação de técnicas de adestramento, todos os cães podem ser tornar mais pacíficos. Confira, a seguir, quais são as principais razões para que um cachorro fique bravo, e saiba como contornar a situação.

 

Os motivos de um cachorro bravo

O amor e a lealdade de um cão para o seu dono são considerados características adoradas pelos proprietários de pets; porém, um cachorro muito protetor pode se tornar extremamente agressivo com as pessoas e outros animais e, mesmo que a sua intenção seja a de proteger, pode acabar atacando o que não representa nenhuma ameaça.

Além do sentimento de ameaça e de medo, o desejo da proteção de um território específico também pode motivar os cachorros a atacar – buscando a garantia de sua liderança no espaço. Cadelas grávidas ou que acabam de ter cria também são animais que podem agir de maneira violenta quando algo ou alguém se aproxima de seus filhotes; atacando para proteger sua ninhada.

Outro fator que desencadeia ataques de cachorros com certa frequência - e que nem sempre é levado em consideração pelos proprietários – é a dor; já que cães que estão sofrendo com algum tipo de incômodo em regiões específicas podem atacar quando algo se aproxima dessa área debilitada, procurando evitar o prolongamento e a piora de sua dor.

cao-bravo

Como acalmar seu cachorro bravo

Tendo em vista as causas que podem desencadear um comportamento violento por parte do seu pet, o primeiro passo para diminuir o problema é identificar da maneira correta quais são as motivações do cachorro – e levá-lo para uma consulta com um médico veterinário é uma ótima opção nestes casos, eliminando qualquer possibilidade de agressão em função de dores ou doenças que o animal possa ter.

Caso a questão médica seja eliminada da ocorrência, o ideal é buscar técnicas e a ajuda profissional de adestradores; que podem desenvolver táticas para mudar o comportamento agressivo do cachorro e comandos para que ele possa diferenciar o que representa, de fato, uma ameaça – evitando ataques em função de uma proteção exagerada ao dono ou a seu território.

A castração é outro método bastante usado para acalmar um cachorro bravo, pois, com o procedimento, a grande maioria dos cães passa a ser mais dócil e deixa de atacar por questões territoriais, por exemplo.

Nos casos em que estas principais medidas não funcionam, a administração de medicamentos antidepressivos e inibidores de serotonina pode ser indicada – no entanto, esse tipo de solução só pode ser receitado por um médico veterinário, e dar remédios para o seu cão sem a consulta de um profissional pode causar complicações bastante sérias para a saúde do pet (além de não resolver e poder piorar, ainda mais, a questão da agressividade canina).

É importante lembrar que a agressividade de um animal jamais deve ser tratada com mais agressividade. Portanto, caso a dificuldade de acalmar seu cão seja um grande problema, a consulta a um especialista é o melhor procedimento.

Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/cachorro-bravo/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Comportamento dos Cães, Curiosidades sobre Cães
Tags:
agressividade, bravos, cachorros, cães, comportamento, convivência, pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados