Animais e Sustentabilidade - Dicas ecológicas para os pets

Vamos refletir sobre a relação Animais e Sustentabilidade conferindo diversas sugestões “verdes” para o seu pet?

Atualmente, a modernidade e os estilos de vidas vem cobrando cada vez mais com que haja equilíbrio entre a utilização dos recursos naturais e tudo que envolva a sociedade. E nisto também se insere a questão dos Animais e Sustentabilidade.

O número de bichinhos em casa, como “parte da família”, vem crescendo dia após dia, deixando o Brasil em 2º lugar neste ano no ranking mundial entre os países em que há mais animais domésticos, segundo a Anfal Pet (Associação Nacional dos Fabricantes de Alimentos Para Animais de Companhia). E não é à toa que a partir de 2014 o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia Estatística) incluirá esta categoria em seu censo, para levantamentos de diversas políticas, entre elas o estudo entre Animais e Sustentabilidade.

 

Produtos que combinam com a causa Animais e Sustentabilidade

animais-sustentabilidade

Leia Mais: Criatividade não tem limites: veja algumas frases sobre gatos

Independentemente de você morar em casa ou apartamento, você recolhe o cocô do seu bichinho, correto? Portanto, seja quando estiver passeando com ele na rua e usar o “cata-caca” ou alguma sacolinha em casa para recolher as fezes, utilize as plásticas biodegradáveis, mas lembre-se de que elas não devem ser descartadas em lixeiras comuns, pois começam a se degradar e produzem gases como as de um efeito estufa. Armazene-as e depois as descarte em um local apropriado para a reciclagem.

Os produtos de beleza e higiene também podem contribuir com a relação animais e sustentabilidade, desde que tenham em suas fórmulas ingredientes naturais. Há tipos de shampoos, condicionadores, sabonetes e cremes finalizadores para todos os estilos de pelos, seja ele preto, chocolate, branco, mesclado, cinza, entre outros, lembrando que cada tonalidade requer um tratamento específico e a união de cuidados especiais com a ajuda à natureza é mais do que bem-vinda. Caso preferir, consulte o seu veterinário e peça a receita para fazer os produtos em uma farmácia de manipulação.

As bolsas “Ecos” para carregar seu cachorrinho nos passeios em shoppings, na casa da mãe ou amiga ou levar o pet na hora de deixar o filho na escola são excelentes maneiras de unir praticidade com o politicamente correto. Confeccionadas com lona reciclada de caminhão, elas tem bastante resistência, durabilidade e modelos incríveis, além de agregarem diversos bolsinhos, equipamento de segurança e disponíveis em estampas para todos os gostos.

E quem disse que animais e sustentabilidade não podem combinar com glamour e conforto? Há linhas de coleiras e guias ecológicas feitas com fibras de bambu orgânico, em modelos iguais aos tradicionais, mas com um charme a mais. Testadas por profissionais da área, elas não agridem a pele do bichinho e são até mais confortáveis e leves se comparadas às convencionais.

 

Animais e Sustentabilidade – brinquedos também tem a sua vez!

brinquedos-sustentaveis

Todo pet adora e precisa se divertir, extravasar as energias, correr, pular, rolar na grama, enfim, ser feliz. E o mercado dos brinquedos para eles já se conscientizou de que muitas pessoas buscam alternativas que ajudem ao meio ambiente, lançando diversos produtos neste contexto.

O quesito mais básico que deve ser avaliado na hora de comprar algum item de divertimento fundamentado na relação animais com sustentabilidade é se ele é produzido com materiais reciclados. Não importa o tamanho, o modelo ou a cor, sendo de produto reutilizado, você já está fazendo a sua parte.

Se você tem um cachorro que sabe andar sem coleira (e se comporta direito com as pessoas e outros bichinhos que encontra pelo caminho, caso contrário, jamais faça isso) e adora buscar e trazer objetos arremessados para ele nos parques, você já encontra lançadores de bolas ecológicos em diversos pontos de vendas do País. A grande maioria é feita com plásticos reciclados, cortiças e bambus.

Claro, se os cãezinhos tem vez com os brinquedos engajados na questão animais e sustentabilidade, os gatos também! Só que eles amam acompanhar e tentar agarrar objetos que caminham pelo chão (ou parede). E, então, inventaram uma simulação de barragem movida à luz solar, fazendo o mesmo efeito como se você estivesse com um graveto e uma bola na ponta para fazer diversos movimentos. Este “brinquedo verde”, ao ser atingido com raios de Sol, aciona o motor e começa a pular e dançar sozinho, deixando os felinos entretidos e sem que os donos precisem fazer esforço algum.

As famosas bolinhas, tão adoradas pelos cachorros e gatos, também já existem em diversos materiais ecológicos. Pesquisando bem, são encontradas em 100% de fibras vegetais de lufa (esponja vegetal) ou eco feltro.

 

Crie a distração dos pets e contribua com a causa Animais e Sustentabilidade

 

Há quem goste de fazer os passatempos dos seus peludinhos, afinal, nem sempre há tempo de se dedicar a eles com a vida corrida e essa é uma maneira divertida para o dono e também um momento de relação estreita com o seu bichinho.

Caixas de papelão sustentáveis são boas matérias-primas para produzir algo lúdico voltado para animais e sustentabilidade, já que com elas, fitas adesivas grossas, tesoura e habilidade, dá para construir até um verdadeiro playground para eles. O modelo mais fácil é o de cortar os fundos e tampas de todas, que precisam ter as mesmas dimensões ou uma diferença muito pequena, e colar uma na outra, fazendo um túnel. Com certeza eles ficarão por horas vivenciando a sensação de sair do escuro e ver o claro em fração de segundos.

produtos-ecologicos-para-animais

Para os felinos, arranje gravetos ou compre canudinhos (de plásticos reciclados) e confira se não há pontas ou sujeiras neles. Caso esteja tudo certo, você já tem um verdadeiro presente para dar ao bichano, que se divertirá muito com esse objeto simples, mas que para ele é diversão na certa!

Outra opção de transformar os significados de animais com sustentabilidade em algo concreto é produzir um “pega petisco” feito com garrafa de refrigerante descartável. Além de fácil e prático, é um entretenimento que ainda ajuda na nutrição deles, já que você irá colocar ração ou biscoitos dentro (e isso determinará o tamanho dos furos).

 

Aprenda a fazer um ecobrinquedo para o seu companheiro de estimação

 

Pegue uma garrafa pet, lave e deixe secar bem. Tampe-a novamente e, então, esquente uma faca no fogão ou utilize algum objeto profissional quente para fazer os furos por todo o corpo da garrafa, tomando cuidado para não se machucar nesta etapa.

O tamanho dos buraquinhos será de acordo com o que você pretende colocar dentro, por isso meça bem a dimensão dos furos de acordo com a do “recheio”, já que as aberturas deverão ser um pouco maiores. Caso queira preencher com biscoitos, quebre-os, pois assim eles sairão com mais facilidade. Pronto! Agora é só chacoalhar e deixar no chão, que os cãezinhos e os bichanos irão rolar o novo brinquedo e ficarão entretidos por horas.

 

A importância da reutilização na afinidade Animais e Sustentabilidade

 

Assim como para os humanos, a reciclagem também deve estar presente no cotidiano dos bichos. Alguns produtos, como sanitários de grama sintética, que absorvem o xixi, as fezes e podem ser lavados quantas vezes forem precisas, são ótimas pedidas para quem não quer mais recolher tudo e, ainda assim, ter de limpar o local todas as vezes em que o seu peludo fizer as necessidades dele.

Entretanto, há algumas práticas que podem ajudar ainda mais a relação entre ter animais e a sustentabilidade, como na hora de dar banho no seu pet. Esta já é uma tarefa que requer muitos cuidados, mas você pode contribuir com a natureza de várias formas: usando produtos naturais, poupando a água quando não precisar deixar o chuveiro ligado e, se possível, reutilizar parte desta água para outras finalidades, como lavar o quintal ou a calçada da casa.

Para deixar o seu bichinho limpinho e cheiroso, certifique-se da procedência do shampoo, condicionador, sabonete e até mesmo creme de pentear, porque a pele e o pelo deles requerem cuidados específicos e de acordo com cada raça. A temperatura da água também é importante, portanto, sempre utilize morna no inverno e um pouco fria (temperatura normal de uma torneira da cozinha, jamais gelada!) no verão. E importante: proteja os ouvidos do seu pet sempre, porque se entrar água pode causar vários danos, como otite.

Os próximos passos são simples: comece com o shampoo, sempre pela cabeça (segurando a orelha para baixo), repetindo o processo, depois o condicionador e enxague bem. Mas não se esqueça de desligar o chuveiro entre essas etapas, evitando desperdício e provando que animais e sustentabilidade podem sim andarem juntos. Seque bem o pet com uma toalha e, caso necessário, passe um creme de pentear e escove com delicadeza o seu amigão. Depois o leve para o secador, o mesmo de cabelo, cuja temperatura você irá se basear igualmente a do padrão para a da água.

Então, entra a questão de “como posso reaproveitar esta água do banho dele?”. Caso tenha feito isto em uma banheira, a água pode começar a ser acumulada com o fechamento do ralo no último enxágue, pois não prejudica a qualidade do banho dele e o que ficar lá poderá servir para lavar diversas partes da casa, sendo retirada com baldes ou de outras maneiras. Já se forem usadas bacias e outros recipientes, principalmente quando o bichinho é de porte pequeno, o armazenamento se dá no próprio lugar do enxágue derradeiro, fazendo com que o seu bichano fique cheiroso e a natureza um pouco mais preservada!




Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/animais-sustentabilidade/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Curiosidades sobre Cães, Curiosidades sobre Gatos
Tags:
animais, bichanos, cachorros, cães, cão, dicas, ecologia, ecológicos, felinos, gatos, pets, sustentabilidade, sustentáveis

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados