Animais de Estimação - Por que ter o seu?

Por que ter animais de estimação?

Em 1857, o escritor britânico George Eliot escreveu que os animais são amigos muito agradáveis, não fazem perguntas, nem manifestam desaprovação. Esse é o caráter comum dos animais de estimação. Apesar de soar esnobe a descrição, o que o autor quis dizer é que os animais de estimação são leais e gostam de fazer companhia ao dono.

O famoso ‘até que a morte nos separe’ pode até ser falho nas relações humanas, mas pode apostar que com os animais de estimação a situação muda. Eles serão leais a você sempre.

Animais de estimação

Animal de estimação também é saúde

Os bichinhos de estimação tem sido muito utilizados também em terapias. Alexandre Rossi, especialista em comportamento animal, diz que é comprovado que os animais de estimação alegram qualquer ambiente. Em seu programa no canal Net Geo, ele levou cães em hospitais e constatou que um Golden Retriever, por exemplo, sempre dava mais carinho e atenção à criança que parecia mais triste, até fazê-la brincar com ele.

Leia Mais: Universo felino: o mundo dos gatinhos domésticos.

Nos Estados Unidos, em algumas prisões, os cachorros e gatos têm sido usados como meio de melhorar o clima interno. Em uma penitenciária feminina de Bedford Hills, as detentas ajudam a adestrar filhotes de labradores e golden retrievers. Após um ano, os animais são doados para servirem de cão-guia a pessoas com deficiências físicas ou com estresse pós-traumático, como ex-combatentes, veteranos de guerra.

É indiscutível que animais, não somente os cães, são os melhores amigos do homem. Porém, claro, como tudo na vida, é importante dosar. Utilizar um animalzinho de estimação como substituto de uma família ou amigos não é saudável, por isso é essencial ressaltar a importância da companhia dos animais como uma parte da vida, mas sempre com um cuidado responsável com os animais.

Veja alguns dos vários benefícios que ter um pet traz para os humanos:

  • Quando uma criança se relaciona com animais de estimação desde cedo, produz anticorpos que evitam o aparecimento de alergias futuras;
  • Donos de cães geralmente precisam levar o pet para sair e as caminhadas ajudam na perda de peso;
  • Controle da pressão arterial, diminuição nos níveis de colesterol e estresse com consequente redução dos problemas cardíacos;
  • Existem histórias de animais que já salvaram a vida de seus donos, ajudaram a descobrir doenças, etc.;
  • Ajuda crianças a desenvolverem senso de responsabilidade, melhora autoestima e capacidade de socialização;
  • Liberação de endorfinas que causam sensação de bem-estar, ajudando no combate da depressão e outros vários problemas que enfrentamos na sociedade atual.

Muitos desses fatores estão diretamente relacionados com o fato do ser humano precisar de carinho e atenção, mas normalmente as relações não satisfazem as nossas necessidades de maneira apropriada, por isso o organismo reage tão bem ao simples ato de fazer carinho em um bichinho.

Além do lado bom para os humanos, devemos pensar no bem-estar do animal. Lembre-se que os gatos e cachorros foram domesticados por homens há muitos séculos e por isso criaram um vínculo com as pessoas, sendo dependentes delas e merecendo cuidados especiais.

Como escolher um animal de estimação

animais-de-estimacao-furao 

A variedade de animais que podem virar um pet é grande e mesmo quando temos preferência por um tipo específico, ainda podemos ficar em dúvida quanto à raça. Vários fatores são essenciais na hora da escolha: gastos, tempo, espaço, acordo entre os membros da família, entre outros. Algumas dicas podem facilitar essa escolha:

  • Qual tipo de animal você quer? O que espera dele? Por exemplo, gatos enxergam humanos como iguais, por isso são independentes e fazem o que querem, apesar de serem carinhosos, enquanto cachorros entendem a família como sua matilha e seguem as ordens do “alfa”, ou seja, o dono;
  • Em qual parte da casa seu pet vai ficar? Qual é o espaço disponível? Um pet como hamster, peixe ou pássaro não ocupa grande espaço e precisa apenas de um cantinho para deixar a gaiola ou aquário, enquanto cães e gatos precisam de espaços variados de acordo com o porte;
  • Entenda que o pet é uma responsabilidade sua pelo tempo que ele viver, se você não pretende ficar 15 anos responsável por um bichinho, dê preferência para animais que tem menor média de vida;
  • As demais pessoas que vivem na sua casa devem estar de acordo com a compra ou adoção, evitando conflitos, problemas de maus tratos, etc., se você tiver filhos a idade também é um fato importante na escolha, crianças acima de 6 anos conseguem entender melhor responsabilidades e ajudam com os pets;
  • A idade também é um fator importante na escolha de cães e gatos, se você não quer acompanhar toda intensidade de um filhote prefira os animais que tem um ano ou mais;
  • Se informe sobre as raças, às vezes aquela sua raça favorita não é exatamente a raça que se enquadra no seu estilo de vida e disponibilidade, conheça um pouco sobre o bichinho antes de leva-lo para casa;
  • O nível de atividade do pet também é importante, algumas raças de cachorro precisam de caminhadas enquanto outros curtem a preguiça de ficar em casa vendo tv com o dono, a mesma coisa vale para os gatos, que são animais mais preguiçosos.

animais-de-estimacao-porquinho-india

A importância da adoção

Infelizmente nosso país possui um grande histórico de abandonos e maus tratos de animais, por isso cada vez mais se fala em adoção responsável. Nas ruas vemos uma grande quantidade de animais sem donos e os abrigos estão sempre trabalhando além de sua capacidade, não porque aqueles animais são perigosos ou possuem alguma doença grave, mas porque as pessoas responsáveis por eles simplesmente os largaram. Outro grande problema é deixar de fazer a castração, gerando assim ninhadas indesejadas que são abandonadas.

Animais que foram abandonados geralmente demonstram um grande afeto e lealdade aos seus donos, pois eles aprenderam que isso ajuda a suprir suas necessidades. Quando se adota um pet, você está dando a ele mais uma chance de ter uma família e um espaço saudável, pois abrigos não fornecem tudo que é necessário para seu bem estar.

Se você está aberto a ter um animal de estimação pense em adotar.

Conheça um pouco sobre grupos protetores de animais

Confira dicas para escolher um animal de estimação:

Fonte: YouTube

Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/animais-de-estimacao/

Sugira novo tema para um artigo
Categorias:
Comportamento dos Cães, Curiosidades sobre Cães, Fases da Vida dos Cães, Comportamento dos Gatos, Curiosidades sobre Gatos, Fases da Vida dos Gatos, Saúde do Gatos
Tags:
ambiente, amor, animais, animal, cumprir, estimação, família, importante, melhor, melhorar, papel, pet, pets, porque, utilizar

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 10.687), formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - Unesp com Pós Graduação em Oncologia Veterinária pelo Instituto Bioethicus e Pós Graduação em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais pelo Instituto Qualittas. Responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica do Hospital Veterinário Cães e Gatos 24h. Dr. Toyota é integrante da equipe de Veterinários do portal CachorroGato e também responde por dúvidas na ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados