Adestramento Inteligente - Como funciona? | CachorroGato

Adestramento Inteligente - Como funciona?

Saiba como funciona e conheça dicas importantes sobre o adestramento inteligente para cães

Filhotes ou adultos, os cachorros podem ser extremamente bagunceiros e levar seus proprietários a loucura pela falta de obediência. No entanto, o mundo dos pets descobre novas técnicas para o ensino de comandos e comportamento para os animais a cada dia que passa, e o adestramento inteligente se torna cada vez mais popular entre os donos de cães fanfarrões.

Tendo os reforços positivos como base, o adestramento inteligente trabalha em cima das ações corretas realizadas pelos pets, evitando qualquer tipo de violência nos momentos em que o cão tem uma atitute reprovável. Benéfico para o aprendizado dos cachorros, esse tipo de adestramento também influencia positivamente os seus donos, que aprendem a lidar com os pets de uma maneira mais calma e clara, gerando resultados cada vez mais positivos.

adestramento-inteligente

Os cães filhotes que tiverem a partir de 50 dias de vida já podem começar a aprender com o adestramento inteligente e, por não haver limite de idade, é possível que até mesmo os cachorros idosos compreendam comandos por meio dessa técnica – totalmente focada em recompensas por bom comportamento.

Conheça, abaixo, algumas das principais características desse tipo de treinamento para cães, e entenda por que o uso da violência no adestramento pode causar traumas e uma dificuldade ainda maior em ensinar os animais.

 

Leia Mais: Uivo – O que significa e por que meu cachorro uiva?

Como funciona o adestramento inteligente

 

Conforme descrito anteriormente, os reforços positivos são a base principal do adestramento inteligente, que valoriza as atitudes corretas dos cachorros para influenciar o seu aprendizado. Quem conta com um amigo de quatro patas em casa já sabe que boa parte das técnicas de ensino para animais envolve recompensas, e é justamente por meio delas que esse tipo de treinamento funciona nos cães, que passam a associar a experiência do aprendizado com sensações boas e gostosas de carinho e aprovação.

Além de ajudar que o animal assimile de maneira mais rápida os comandos que recebe, esse adestramento também dá prazer para o animal, que compreende os benefícios que pode receber ao obedecer as ordens do proprietário e se comportar direito. Assim como em outros tipos de treinamento de cães, o clicker e os petiscos são ferramentas fundamentais no adestramento inteligente para cães, já que, neste processo, quem ensina deve ser capaz de mostrar ao animal a exata ação que lhe rendeu uma recompensa.

Outros apetrechos como apitos e buzinas também podem exercer a função do clicker nesse trabalho, no entanto, é importante lembrar que o som da ferramenta usada não deve ser alto (para não prejudicar a audição dos cães, que é extremamente sensível) nem longo demais, já que o treinamento é chamado de “inteligente” justamente pelo fato de o cachorro poder perceber o comportamentocorreto pelo qual está sendo recompensado – por meio do barulho que escuta enquanto realiza a ação.

adestrando-de-forma-inteligente

Pela falta de prática em treinamentos para animais, o mais indicado é que os donos possam contar com a ajuda profissional de um adestrador durante o início do processo – que deve ser acompanhado pelo proprietário sempre que possível – podendo compreender as técnicas e seguir colocando-as em prática. Esse acompanhamento do dono nos treinamentos ajuda tanto na evolução do aprendizado como na formação de um laço afetivo ainda maior entre cachorro e proprietário, o que facilita bastante o processo.

Basicamente, o adestramento inteligente define que o dono (ou o adestrador) acione o clicker durante o exato instante em que o animal estiver executando o comando que lhe foi pedido - indicando qual é o comportamento adequado para ele – e, em seguida, ofereça algum tipo de recompensa que lhe agrade, como um petisco ou muitos carinhos.

Latidos constantes, xixi fora de lugar, entrada em cômodos proibidos, mordidas e arranhões em desconhecidos e puxadas na guia nas horas de passeio são alguns dos problemas que podem ser resolvidos e amenizados por meio do adestramento inteligente; processoque, quando realizado da maneira correta, permite ensinar os comandos mais básicos com eficiência para os cães em cerca de seis meses – sendo que esse período pode variar bastante de acordo com o número e frequência de aulas, além da própria personalidade do cachorro.

 

Violência não!

 

Totalmente baseado em recompensas, o adestramento inteligente evita qualquer tipo de violência e repreensão, evitando que os animais desenvolvam um comportamento agressivo em função do modo como são tratados pelos donos. Além disso, esse tipo de treinamento garante que o animal não associe o seu aprendizado com um cenário ruim e desagradável; já que isso pode contribuir muito para a falta de vontade do animal em aprender ou mesmo passar por qualquer processo de ensino – tendo em vista que a violência, quando usada, será o fator principal na mente do cão nesses momentos.



Link deste artigo: http://www.cachorrogato.com.br/cachorros/adestramento-inteligente/

Categorias:
Comportamento dos Cães
Tags:
adestramento, adestrar, cachorros, cães, cão, inteligente, pets

ATENÇÃO: Esse conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta a um médico veterinário ou serviço especializado. Encontre um fornecedor próximo a sua casa.

Sobre o autor

Médico Veterinário (CRMV- SP 23.348), formado pela Universidade Paulista, Cirurgião Geral e Ortopedista no Hospital Veterinário Cães e Gatos 24 horas há 6 anos. Dr. Tubaldini é o Diretor de Conteúdo do portal CachorroGato e gestor da equipe de veterinários responsáveis pela ferramenta Dr. Responde.

Artigos Relacionados